Conteúdo por Gazeta Esportiva

Mano diz que Palmeiras precisa ‘gabaritar’ para buscar título: “Verde é a cor da esperança”

Atualizado

O técnico Mano Menezes parece mais animado com a chance de título brasileiro para o Palmeiras após ver a distância encurtar em relação ao líder Flamengo.

A diferença atual é de cinco pontos – o Rubro-Negro enfrentará o Corinthians neste domingo, no Maracanã. O Verdão venceu o Ceará em casa e jogou a pressão para o rival.

“Não posso responder pelos outros, mas por experiência própria, sempre é melhor jogar com folga. Se alguém se aproxima um pouco mais, entende-se que não dá para tropeçar. Precisamos quase gabaritar a prova, fazer o que estamos fazendo. A diferença diminuiu, semana que vem será muito difícil. São três jogos fora do Allianz, dois fora de São Paulo, outro no Pacaembu. Vamos nos preparar muito para isso. Sei que no início do ano eu li algumas referências diferentes para o verde, mas continuo achando que é a cor da esperança”, disse Mano, em entrevista coletiva.

O Alviverde sofreu para vencer o Vozão por 1 a 0. Weverton defendeu pênalti e fez outras grandes defesas. Mano credita o “sufoco” ao desgaste físico.

“Foi muito mais duro do que a gente imaginava. Eu diria que exatamente pela intensidade do clássico, preparação elevada para um clássico, comportamento e atitude fortes. Poucas horas depois não conseguimos repetir e sofremos, principalmente no segundo tempo. Ficou visível o desgaste, não retemos a bola e isso tornou o jogo dramático. Temos que levar em consideração que fizemos nove pontos em sete dias. Mais um jogo de invencibilidade dentro de casa. Isso torna o jogo mais difícil. Mas é o ônus de quem está nas primeiras posições. Se eu tiro cinco ou seis e tivéssemos essa dificuldade, culpa seria do treinador que mexeu muito”, afirmou o treinador.

O Palmeiras voltará a campo para enfrentar o Vasco, quarta-feira, em São Januário, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Mais conteúdo sobre

Futebol