Maria destaca o começo do Figueira, mas quer mais: “não é como começa, é como termina”

Hemerson Maria: vitória sobre o rival Geninho - Flávio Tin/ND
Hemerson Maria: vitória sobre o rival Geninho – Flávio Tin/ND

O Figueirense é líder do Catarinense e, a cada manifestação do seu treinador Hemerson Maria, os indícios são de que nada é em vão. Apesar de, segundo o comandante, o desempenho estar aquém do resultado até aqui, a promessa é de que o Alvinegro voe alto na temporada 2019, ou, nas palavras do seu líder, mire o Sol para ficar “perto das estrelas”.

O florianopolitano Hemerson Maria foi confirmado em dezembro de 2018 como substituo de Rogério Micale, mas também, como o avalista de um processo de reformulação em todos os segmentos que cercam e fazem o futebol no bairro do Estreito.

Um mês depois de iniciar a temporada oficialmente, o Furacão, desacreditado inicialmente, é líder e está invicto no Catarinense 2019. Os próximos dez dias devem colocar essa condição e esse começo a prova já que, no sábado, o time encara o Hercílio Luz no estádio Orlando Scarpelli para, depois, duas viagens: para o Rio de Janeiro, onde joga pela Copa do Brasil e, na sequência até Chapecó onde encara a Chapecoense em duelo direto pela liderança.

Dono de frases fortes, Maria usou duas na entrevista coletiva desta quinta-feira (7), que elucidam o momento e fazem o torcedor sonhar alto: “Não é como começa [que interessa], é como termina”; “Trabalho para alcançar o Sol, quem trabalha para alcançar o Sol, fica perto das estrelas. Trabalhamos para alcançar o máximo, sempre o máximo, sempre a vitória”.

Para o duelo desse sábado, o técnico precisa contornar prováveis problemas. O zagueiro Alemão, sem treinar toda a semana, deve ser desfalque para o jogo do sábado, marcado para as 17h. Ele foi submetido a exames e o resultado é aguardado pela comissão técnica. Pereira, que não treinou na quarta-feira, não será problema. Segundo o comandante o problema do atleta, que vem atuando improvisado na zaga e é titular absoluto, é apenas questão de fadiga muscular.

Para a função do zagueiro Alemão, o Figueirense conta com o recém-chegado Ruan Renato, provável substituto, e com os jovens Wesley e Brunetti.

O Furacão volta ao treinamento na sexta-feira pela manhã, no estádio Orlando Scarpelli.

Futebol