Marquinhos e comissão técnica do Avaí selam a paz após declarações polêmicas

As declarações do meia Marquinhos após o empate com o CSA na sexta-feira passada e a imediata resposta do técnico Geninho parecem ter saído do controle “interno” do Avaí. Tanto que para tentar encerrar o assunto, o jogador concedeu uma entrevista coletiva ao lado do auxiliar técnico Evando na tarde desta terça-feira, na Ressacada.

Marquinhos (à dir) e Evando falaram à imprensa nesta terça-feira - André Palma Ribeiro/divulgação/Avaí
Marquinhos (à dir) e Evando falaram à imprensa nesta terça-feira – André Palma Ribeiro/divulgação/Avaí

 

Ambos fizeram questão de enfatizar a inexistência de problemas dentro do elenco avaiano. Marquinhos entrou em campo aos 41 minutos do segundo tempo contra o time alagoano e após o apito final declarou às emissoras de rádio que “estavam de sacanagem com ele”, pelo tempo que ficou em campo. Em seguida, durante coletiva pós-jogo, Geninho colocou ainda mais lenha na fogueira: “Quem sabe no próximo jogo eu coloco ele desde o começo e vamos ver se ele supera o seu problema físico e clínico”, afirmou.

Segundo o M10, a declaração foi infeliz e na manhã seguinte ao jogo as arestas já haviam sido aparadas entre ele e o comandante azurra. “Se cria muito fantoche aqui. Acho que a minha atitude foi errada. O Geninho também reconheceu. Falei com o Geninho no sábado e a gente resolveu”, explicou o jogador. O “Galego” justificou o desconhecimento da imprensa e da torcida sobre a solução do problema, pois no treinamento de sábado de manhã não havia a presença de jornalistas na Ressacada. “Foi no meio do campo. Era até o momento de vocês fazerem uma matéria. Uma foto”, brincou.

Evando também deixou claro que a situação entre ambos também é tranquila. “Ele deu uma declaração de quem quer jogar sempre”. Em outro momento da entrevista, Marquinhos corroborou com o colega e ainda descontraiu o ambiente. “Não tem que criar problemas internos. Coisas que não existem entre eu e o Evando. Se existia quando ele jogava era porque ele era fominha e não tocava a bola. Chutava da linha de fundo. Vocês viam!”, brincou.

Assista ao vídeo completo da coletiva:

Mais conteúdo sobre

Futebol