Conteúdo por Gazeta Esportiva

Marta reclama da arbitragem e fala sobre substituição contra a Austrália

Depois de se recuperar da lesão que a tirou da estreia, Marta fez a sua estreia na partida contra a Austrália, nesta quinta-feira. Apesar da derrota por 3 a 2, Marta deixou o seu primeiro gol nesta Copa do Mundo Feminina. Ainda assim, a camisa 10 do Brasil lamentou o pênalti não marcado nos minutos finais, e pediu para a equipe já pensar na próxima partida.

“Poderíamos ter saído no mínimo com o empate se a árbitra tivesse marcado o pênalti claríssimo na Andressa. Mas são coisas que acontecem e a gente não pode lamentar, porque faz parte do jogo. Agora é pensar na Itália e buscar uma vitória para garantir a classificação”, disse a craque brasileira aos canais SporTV.

Mesmo fazendo boa partida no primeiro tempo, Marta foi substituída no intervalo para a entrada de Ludmila. A alteração de Vadão causou estranheza na torcida brasileira, mas segundo a jogadora isso já estava dentro do planejamento da partida.

“Já estava previsto, porque por mais que eu não estivesse sentido nada, já vinha há bastante dias sem treinar com tanta intensidade. Teve até gente insinuando que eu vim para seleção já machucada, mas não foi isso que aconteceu. E isso não aconteceria, porque eu seria a primeira a pedir para ir embora. Alguns colocaram em dúvida até o trabalho que eu faço com o meu clube, e é um absurdo”, desabafou a jogadora.

A situação para o próximo jogo ainda é incerta, mas Marta diz que vai trabalhar para entrar como titular. A equipe enfrenta a Itália, na terça-feira (18), às 16h.

Marta fez o gol que abriu o placar, em Montpellier, na França. De pênalti, aos 26 minutos da primeira etapa, a capitã da Seleção Brasileira bateu com categoria deslocando a goleira adversária.

Copa do Mundo Feminina