Conteúdo por Gazeta Esportiva

Matemática preocupa e Fluminense liga sinal de alerta

O Fluminense tem 15 pontos conquistados no Campeonato Brasileiro. Depois da derrota de 3 a 0 para o Palmeiras, que foi uma ducha de água fria após a vitória de 1 a 0 sobre o Fortaleza, a Matemática se tornou uma inimiga do Tricolor. Com a atuação pontuação, faltando 20 rodadas para o término da disputa, o time vai precisar ganhar 50% dos pontos para atingir a pontuação que normalmente livra as equipes da degola.

Tarefa que tem deixado a atual diretoria muito preocupada, em especial o presidente Mário Bittencourt e Celso Barros, vice-presidente geral e homem forte no departamento de futebol.

Oswaldo de Oliveira já comandou o Fluminense em três partidas (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Na zona de rebaixamento, o Fluminense perdeu jogos em que pontuar era fundamental, como os 1 a 0 para CSA e Avaí no Maracanã. Ambos estão atrás do Tricolor na tabela de classificação e para muitos já estão rebaixados.

Oswaldo de Oliveira, que assumiu na vaga de Fernando Diniz e parece não ter conseguido “ganhar” o grupo, prefere não jogar a toalha.

“Faltam vinte jogos, um turno inteiro para o Fluminense no Campeonato Brasileiro. Precisamos trabalhar pois temos plenas condições de sairmos desta realidade”, disse Oswaldo.

Os jogadores não escondem a preocupação.

“Temos que seguir trabalhando e principalmente passar tranquilidade para os mais jovens”, disse o meia Paulo Henrique Ganso.

O Fluminense volta a campo no domingo, às 16h(de Brasília), quando encara o Corinthians no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), pela última rodada do primeiro turno. O Tricolor vendeu o mando de campo. O time para este jogo começa a ser definido no treino previsto para a tarde desta quinta-feira.

Futebol