Conteúdo por Gazeta Esportiva

Mesmo com rebaixamento, técnico do Avaí elogia postura da equipe

O Avaí foi o primeiro time matematicamente rebaixado do Campeonato Brasileiro. Após empate sem gols diante do Cruzeiro no Mineirão nesta segunda-feira, a equipe catarinense chegou aos 18 pontos e não tem mais como fugir da degola. Mesmo com o descenso, o técnico do Leão Evando elogiou a postura da equipe e a atuação de jogadores das categorias de base.

“Fomos uma equipe equilibrada e me enche de orgulho ver cinco atletas das divisões de base jogando um jogo assim de tamanha importância. A gente conseguiu um resultado contra um gigante do futebol brasileiro e que passa por um momento difícil”, explicou Evando em entrevista coletiva após empate.

(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

“Você vê a qualidade dos atletas, vê Lourenço, Kunde, Wesley, Luan Pereira, o Caio, atletas da base fazer um jogo assim, de grande responsabilidade, um jogo onde fomos equilibrados, tínhamos uma proposta de jogar no contra-ataque, sabíamos que o Cruzeiro iria propor o jogo. Se o Avaí jogasse muitas partidas assim, não estaríamos nessa situação”, seguiu o treinador.

Com o destino já definido para 2020, o Avaí ainda tem cinco rodadas pela frente na Série A. No próximo domingo, clássico estadual contra a Chapecoense, vice-lanterna, na Ressacada. “Vamos trabalhar, é um clássico estadual. O trabalho para 2020 está sendo feito, vamos fazer o melhor para o Avaí”, contou o comandante.

“No próximo jogo queremos uma vitória, queremos dar uma vitória ao nosso torcedor na Ressacada e vamos utilizar o que acharmos que é melhor. O nosso torcedor está carente de vitória. Vamos levar muito a sério essa partida. É um clássico e queremos de forma digna dar um bom resultado ao nosso torcedor, pois ele merece”, concluiu.

Nos últimos sete anos, o Avaí foi o único clube do país que frequentou a Série A e a Série B em anos alternados, sempre conseguindo o acesso na segunda divisão, mas nunca conseguindo se manter na elite do futebol brasileiro.

Futebol