Metropolitano vence Criciúma de virada por 2 a 1 no Heriberto Hülse

Atacante Trípodi marcou o gol da vitória e foi um dos destaques da partida

O Metropolitano venceu o Criciúma de virada na noite desta quinta-feira (12) no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, pela quarta rodada do Catarinense. O atacante Roger Guedes abriu o placar para os donos da casa. O empate veio com gol contra do zagueiro Iago Maidana. O atacante Trípodi, de cabeça, fechou o placar. Foi a primeira vitória do time de Blumenau no campeonato. O Metrô chegou aos cinco pontos e pulou de nono para quinto lugar. O Tigre, que tem quatro pontos, caiu da quinta para a sexta posição. O próximo compromisso do Metropolitano é na quinta-feira da semana que vem. Enfrenta o Avaí, na Ressacada, a partir das 19h30. No mesmo horário mas um dia antes, na quarta-feira (18) o Criciúma recebe o Joinville.

Fernando Ribeiro/Criciúma

Cleber Santana teve pouco espaço com marcação adiantada do Metropolitano

Superior tanto no primeiro quanto no segundo tempo, o Metropolitano tomou um susto logo aos 12 minutos. Em boa trama de ataque do Criciúma, Roger Guedes acionou o lateral Ezequiel e recebeu de volta um cruzamento na medida para abrir o placar.

O Metrô quase empatou no minuto seguinte. Em bola jogada, Trípodi roubou a bola, driblou dois marcadores e bateu da entrada da área, para fora. Os visitantes mantiveram o ritmo criando boas chances aos 15, em desvio de cabeça do zagueiro Elton; aos 18, novamente com Trípodi; e aos 21, em cabeceio do atacante Ariel.

Aos 27 saiu o gol de empate. Maidana bateu cabeça com o goleiro David e acabou marcando gol contra.

Em busca da virada, o Metrô chegou bem aos 36, em cobrança de falta do meia Altino, e aos 41, em nova jogada individual de Trípodi, o destaque da partida. “Foi um primeiro tempo perfeito. Tivemos as chances e fomos muito melhor que eles”, disse o atacante, na saída para o intervalo de jogo.

De tanto insistir, Trípodi acabou agraciado com o gol da vitória. Aos 16, o goleiro David deu rebote após conclusão de Maicon e a bola sobrou para Trípodi, que mandou de cabeça para o fundo da rede.

Aproveitando o mau futebol apresentado pelo Criciúma, o Metrô controlou a partida até o fim e esteve sempre mais perto de marcar o terceiro do que sofrer o segundo. 

CRICIÚMA (1)
David; Ezequiel, Iago Maidana, Rafael Pereira e Eduardo; Rua, Barreto (Maurinho), Cleber Santana e Douglas Moreira (Luizinho Mello); Róger Guedes e Perea (Rafael Rodrigues). Técnico: Luizinho Vieira.

METROPOLITANO (2)
Mauricio; Maicon Vinicius, Neris, Elton e Diego; Zé Lucas (Alexandre Carvalho), Carlos Alberto, Rodney e Altino; Trípodi e Ariel (Negueba). Técnico: Pingo.

Gols: Róger Guedes, aos 12, e Iago Maidana (contra), aos 27 do primeiro tempo; Trípodi, aos 16 do segundo tempo. Cartões amarelos: Iago Maidan (C); Maicon e Mauricio (M). Arbitragem: Rodrigo D’Alonso Ferreira, auxiliado por Thiago Americano Labes e Diego Leonel Félix. Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma. Público: 4.372. Renda: R$ 47.720. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...