Conteúdo por Gazeta Esportiva

Milton Cruz critica ambiente do São Paulo: ‘Muita gente fazendo pouco’

Atualizado

Milton Cruz foi tricampeão brasileiro como auxiliar de Muricy Ramalho (Foto: Fernando Pilatos/Gazeta Press)

Depois de uma primeira metade de temporada conturbada, com direito a troca no comando técnico de André Jardine para Cuca, com Vagner Mancini entre eles, o São Paulo tenta se recuperar depois da pausa para a Copa América.

Campeão brasileiro, sul-americano e mundial como auxiliar técnico no Tricolor, Milton Cruz aponta o ambiente como principal defeito do clube atualmente. No evento Pizza Solidária, realizado na última quinta-feira, o treinador atualmente sem clube comparou o momento do São Paulo de agora com o de anos atrás.

“O ambiente que a gente tinha era tudo, a começar de cima. Quando o Juvenal [Juvêncio, ex-presidente do clube] chegava no CT, todo mundo parava e respeitava. Isso é uma coisa que falta hoje”, disse Milton Cruz à Gazeta Esportiva e à TV Gazeta. “Todo mundo se ajudava, e não era uma comissão enorme como é hoje. Acho que tem muita gente fazendo pouco”.

Em busca da recuperação na segunda metade da temporada, o São Paulo tem um desafio no próximo sábado: receber o rival Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro, no Morumbi. Para Milton Cruz, apesar do momento melhor do Verdão, não há favorito no Choque-Rei.

“Clássico é clássico. Tudo pode acontecer. O Palmeiras está num momento melhor e pode ser que ganhe o jogo. O São Paulo vem se preparando, reformulando. Acredito que vai ser um jogo difícil, mas que vença o melhor”, analisou o ex-auxiliar técnico tricolor.

No entanto, Milton Cruz vê o clube da Barra Funda como claro favorito ao título brasileiro. “O Palmeiras é um sério candidato ao título. Fui campeão três vezes como auxiliar, então sei que essa gordura lá na frente vai fazer a diferença”.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Futebol