Conteúdo por Gazeta Esportiva

Morre Marlene Matheus, única mulher presidente do Corinthians

Atualizado

Morreu nesta terça-feira por volta das 18h, aos 82 anos, a ex-presidente do Corinthians Marlene Matheus, única mulher a assumir o cargo no clube Alvinegro. Marlene estava internada há cerca de 20 dias com quadro de anemia em São Paulo. A causa da morte ainda não foi divulgada e o corpo será velado em um casa funerária próxima à Avenida Paulista, a partir das 6h (de Brasília) desta quarta. O enterro será no cemitério da Quarta Parada, na zona leste da capital..

Viúva de Vicente Matheus, que presidiu o clube, com dois intervalos, entre 1971 e 1991, Marlene assumiu o Timão após a saída do marido e comandou o clube até 1993, quando Alberto Dualib chegou ao poder. No período, o Corinthians conquistou a Supercopa do Brasil de 1991, derrotando o Flamengo.

Mesmo depois da presidência, Marlene se manteve ativa na vida política corintiana, sendo nomeada vice-presidente social em 2007, no início da administração de Andrés Sanchez. A ex-presidente saiu um ano depois após desavenças com Sanchez. Na última eleição do clube, em fevereiro de 2018, apoiou a candidatura de Roque Citadini, que terminou na segunda colocação.

“Eu era muito amigo da Marlene, uma grande pessoa, uma grande figura. Uma dirigente que, a vida inteira, se dedicou ao Corinthians”, disse Citadini em contato com a Gazeta Esportiva. “Era uma dirigente um pouco diferente do que nós temos hoje, vibrava, sofria com o Corinthians. Sou muito amigo dela, acho que vai fazer muita falta para o clube”, concluiu.

Em memória de Marlene, o Corinthians divulgou uma nota de pesar:

“O Sport Club Corinthians Paulista informa com pesar o falecimento de Marlene Matheus, a primeira e única presidente mulher da história do clube até aqui.

Marlene Matheus se casou com Vicente Matheus, histórico presidente corinthiano, em 1968. Desde então, passou a ser figura importante no quadro social e político alvinegro. Em 1991, Marlene Matheus se elegeu presidente do Corinthians, a primeira mulher que conseguiu este cargo na história do clube do Parque São Jorge.

Mesmo após sua gestão, entre 1991 e 1993, Marlene Matheus nunca deixou de ser uma das figuras mais importantes do Alvinegro.

O Sport Club Corinthians Paulista lamenta profundamente o falecimento e deseja força aos familiares neste momento de luto e dor. Assim que o clube tiver confirmações a respeito do velório e sepultamento de Marlene Matheus, esta nota será atualizada com as informações”.

Futebol