MP pede e Torcida Fúria Jovem é afastada por três anos dos estádios

Ministério Público do Rio de Janeiro baseou-se em um relatório do Gepe com imagens de uma tentativa de emboscada a flamenguistas para solicitar a punição 

A torcida do Bota ganhou um desfalque, mas por uma boa causa: a Fúria Jovem está suspensa(Foto:Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
A torcida do Bota ganhou um desfalque, mas por uma boa causa: a Fúria Jovem está suspensa(Foto:Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Uma decisão judicial desta sexta-feira proibiu a Torcida Fúria Jovem, do Botafogo, de frequentar eventos esportivos por três anos. O pedido foi movido pelo promotor Rodrigo Terra, do Ministério Público do Rio de Janeiro, após um relatório de imagens do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe).

A principal Torcida Organizada do Alvinegro foi flagrada tentando preparar uma emboscada para torcedores do Flamengo, no bairro de Madureira, no dia do jogo da primeira semifinal da Copa do Brasil, 16 de agosto, no Nilton Santos. Cerca de 300 torcedores, incluindo alguns vascaínos, foram responsabilizados pela atitude e 50 foram presos.

O Gepe conseguiu impedir o confronto. Também pesou contra o grupo de torcedores botafoguenses uma briga com atleticanos antes de um jogo com o Galo válido pela 12° rodada do Brasileirão.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...