Muricy diz que faltou tempo a zagueiro que disputou apenas dois jogos

Técnico do São Paulo afirma que falta de ritmo de Roger Carvalho era notório e tentou explicar dispensa do jogador. Ele tinha contrato até o dia 15, mas já saiu

Enquanto Hudson chega, Roger Carvalho sai. O zagueiro, cujo contrato venceria no próximo dia 15, foi dispensado pela diretoria e nem está mais treinando no clube. Entusiasta do jogador na época de sua contratação, em setembro do ano passado, o técnico Muricy Ramalho tentou explicar a decisão.

– Eu também tinha a expectativa sobre ele, mas infelizmente a contusão dele foi muito séria. Ele perdeu tempo e time grande não tem tempo. Tem de jogar e jogar bem. A falta de ritmo dele foi notável – afirmou o comandante.

– É um jogador interessante, mas precisava de mais tempo e não dava para ter – completou.

Roger chegou ao clube em recuperação de uma cirurgia na coxa direita, sofrida quando atuava pelo Bologna (ITA). O problema foi considerado incomum, fez com que ele fosse rejeitado pelo Flamengo, mas o departamento médico do São Paulo autorizou a contratação.

– A recuperação fugiu do que a medicina estabelece. Ele vai fazer sucesso, foi uma ótima contratação. Infelizmente não conseguiu vingar no São Paulo – analisou o vice-presidente de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...