Conteúdo por Gazeta Esportiva

Neymar diz que Copa América serviu para “muita gente calar a boca”

Cortado da Copa América por uma lesão no tornozelo direito, Neymar assistiu à Seleção Brasileira vencer o Peru na final e levantar o troféu da competição continental das tribunas do Maracanã. Para o jogador do Paris Saint-Germain, a conquista canarinha serviu para mostrar que a equipe de Tite não depende somente de seu futebol para alcançar os resultados.

“Nada depende só de um jogador, porque é um grupo, é a Seleção Brasileira e nunca vai depender só de um cara. Isso serviu para que muita gente cale a boca um pouco, fale menos e respeite mais todos os jogadores”, disse em entrevista à agência Reuters após evento realizado em seu instituto na Praia Grande, litoral paulista. 

“Ninguém conhece o que a gente passa ali dentro, ninguém sabe como a gente torce um pelo outro, independentemente da forma, se eu estava jogando ou não. Eu até fiquei muito mais feliz deles vencendo a Copa América, do que se eu estivesse em campo”, completou.

Após não se reapresentar ao Paris Saint-Germain na data estipulada pelo clube, a última segunda-feira, Neymar tem seu nome especulado com força no Barcelona. O presidente do clube blaugrana, inclusive, já disse que o desejo do atleta é deixar o PSG. 

Diante desse cenário, o atacante brasileiro elegeu um momento pelo ex-clube diante do atual time como a melhor lembrança de um vestiário na carreira. “Não sei… Acho que quando ganhamos do PSG, no Barcelona. Nosso vestiário estava completamente… Todos loucos, muito contentes. Acho que foi a melhor sensação”, declarou, se referindo à virada histórica do Barça sobre a equipe parisiense no Camp Nou, pela Liga dos Campeões de 2016/17.

Copa América