No embalo de Daniel Amorim, Avaí vence o Marcílio Dias e se mantém na caça ao líder

Atualizado

O Avaí até tomou um susto, mas no embalo do novo artilheiro do campeonato, Daniel Amorim, derrotou o Marcílio Dias pelo placar de 3 a 1 na noite desta quarta-feira (20), no estádio da Ressacada. Com o resultado o time de Geninho foi a 27 pontos e se manteve na vice-liderança da competição. O Marcílio Dias chegou ao seu quarto jogo sem vitória – a segunda derrota seguida – e agora liga o sinal de alerta se não quiser ser ultrapassado pelos rivais na tabela.

Avaí e Marcílio Dias, pelo Catarinense 2019 – Frederico Tadeu/Avaí FC

O jogo

Se havia qualquer tipo de previsão ou planejamento, antes da bola rolar, ela foi imediatamente alterada. E dos dois lados. Com menos de dois minutos de jogo, João Paulo recebeu uma bola pela direita de ataque e rolou para Daniel Amorim, sempre ele, empurrar para rede e sair para o abraço. Foi o 6º gol dele pelo estadual, o 10º na temporada.

O tento alterou tudo que foi arquitetado, sobretudo, pelo técnico do Marinheiro Waguinho Dias. Na saída para o intervalo o meia Junhinho Tardelli fez questão de lamentar a falha no lance do gol. “Não da pra errar tão cedo no jogo”, protestou.

Se o gol desestruturou tudo o que o Marinheiro prometera em campo, não há como saber, a verdade é que o primeiro tempo foi de domínio total do time da casa que, inclusive, desperdiçou a chance de aumentar a contagem nos pés de Luan Pereira e Getúlio.

Na segunda etapa a história mudou. O duelo, de uma maneira geral, ganhou em emoção.

Três meses diluídos em oito jogos foram necessários para que o Avaí sofresse o primeiro gol dentro da Ressacada, em 2019. E aconteceu de maneira bizarra. Cruzamento do lado direito de ataque do Marinheiro onde o goleiro Lucas Frigeri falhou ao deixar escapar a bola na cabeça de Roni, meio sem querer, escorar para o fundo da rede. Festa da torcida adversária pela primeira vez no Sul da Ilha.

O gol desestabilizou o Avaí que passou a ser sufocado pelo time de Waguinho Dias que só não virou por falta de sorte.

O detalhe é que, mesmo mal na partida, o Leão da Ilha tinha em campo um dos artilheiros da temporada em todo o País. Aos 29’ Daniel Amorim recebeu lançamento de Pedro Castro e, de fora da área, mandou um lindo chute, no ângulo do goleiro Tom. Festa azurra e 2 a 1 no placar.

O gol soltou o time da casa que logo fez o terceiro. João Paulo, sempre ele, fez lindo lançamento para Brizuela dominar no peito e tocar na saída do goleiro Tom. Bonito o primeiro gol do paraguaio com a camiseta do Avaí. 3 a 1 no placar e festa na Ressacada.

Próxima parada

O Avaí vai ao Sul do Estado encarar o Criciúma, às 16h. O Marinheiro, um pouco mais tarde, recebe o Metropolitano, em Itajaí.

Ficha técnica:

Avaí (3): Lucas Frigeri; Iury, Betão, Kunde e Julinho (Iury); Pedro Castro, André Moritz (Brizuela), João Paulo, Luan Pereira (Ricardo) e Getúlio; Daniel Amorim. Técnico: Geninho.

Marcílio Dias (1): Tom; Luiz Renan, Wallace, Magrão e Paulinho; Luanderson, Jonathas (Giba), Jean Dias (Wellinton Mello) e Juninho Tardelli; Anderson Ligeiro e Roni (Douglas). Técnico: Waguinho Dias.

Gols: Daniel Amorim (2/1T e 29/2T) e Brizuela (36/2T); Roni (11/2T)

Cartões amarelos: Luan Pereira, Brizuela (AVA);

Arbitragem: Luiz Augusto Silveira Tisne; auxiliado por Johnny Barros de Oliveira e Eder Alexandre.

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC); Data: 20/03/2019. Hora: 21h30

Público e renda: 3479 pessoas para uma renda de R$49.065,00

Futebol