Conteúdo por Gazeta Esportiva

No último dia do Mundial, Scheidt pode confirmar vaga nas Olimpíadas

Na madrugada desta terça-feira, será realizada a última etapa do Campeonato Mundial da Classe Laser 2019, e em 12° lugar na classificação geral, o brasileiro Robert Scheidt está perto de garantir vaga nas Olimpíadas de Tóquio, em 2020.

A posição estipulada pela CBVela como a linha de corte para definir o representante brasileiro é o 18° lugar. Scheidt, portanto, tem uma boa margem, e só precisa confirmar o bom momento nesta última etapa do Mundial.

“Faltam duas regatas para conquistar o objetivo, que é a vaga em Tóquio. Não tem que fazer muita conta. Agora é lutar muito para velejar bem para fazer as duas regatas de forma consistente. Vou com tudo, mas sabendo que o importante é manter a concentração e a calma nessa etapa final. Tem muita coisa em jogo para muita gente nessa terça-feira aqui em Sakaiminato e todo cuidado é pouco. Agora é evitar os grandes erros e, como disse, tentar fazer duas regatas consistentes para me manter entre os 18 melhores”, disse.

Com 28 pontos de vantagem sobre o 18° colocado, o brasileiro tem sofrido com o vento fraco a partir da fase da flotilha ouro em Sakaiminato, mas subiu de 13° para 12° lugar, com 71 pontos perdidos, contra 99 do japonês Ha Jeemin.

Se carimbar o passaporte parta Tóquio/2020 nesta terça-feira, Robert será o recordista brasileiro em participações em Olimpíadas, com sete no currículo, e irá em busca da sexta medalha, a quarta na Classe Laser, na qual acumula os ouros em Atlanta/1996 e Atenas/2004 e uma prata (Sidney/2000).

Mais conteúdo sobre

Mais Esportes