Conteúdo por Gazeta Esportiva

Novo presidente do Cruzeiro comemora eleição e prioriza pagamento de dívidas

Atualizado

Na eleição presidencial do Cruzeiro realizada nesta quinta-feira, Sérgio Santos Rodrigues, da chapa “Centenário”, foi o grande vencedor. Após o triunfo, o mandatário ressaltou sua felicidade em ocupar o cargo por seu clube de coração.

“Indescritível. É o grito entalado na garganta há três anos. Sempre estive na mesma arquibancada que o torcedor, desde criança entrando em campo, com pai conselheiro do Cruzeiro e família inteira cruzeirense. Então representar a torcida é um prazer fora do comum e não tenho dúvida de que, com muita garra e determinação, vamos sair dessa situação difícil. Agora a gente precisa de paz dentro e fora do clube e que a torcida abrace e acredite no nosso projeto e seja parceira,  para que o Cruzeiro suba para a Série A no ano que vem e tenhamos um belo centenário”, declarou o novo presidente.

Sérgio assume a Raposa em um momento no qual o clube apresenta dívidas perante a Fifa. Uma delas fez com que a equipe perdesse seis pontos para o começo da Série B, enquanto outra deve ser paga até o dia 29 de maio para não sofrer outros prejuízos. Pensando nisso, o mandatário destacou que a prioridade no começo de sua gestão será a quitação desse débitos e que não vai desistir de brigar para que a penalização seja revertida.

“Vamos pagar primeiro a dívida da Fifa na semana que vem, que vai vencer na sexta-feira. A gente já conversou com alguns conselheiros aqui hoje e já temos muitas reuniões marcadas para isso. Nós também não desistimos de tentar buscar os pontos perdidos de alguma forma”, ressaltou.

Sérgio Santos Rodrigues será presidente até o final do ano

“Tenho certeza que a Fifa, a CBF e os outros clubes vão entender que o Cruzeiro foi vítima e, sendo vítima, não poderia ser penalizado duplamente. Mas a prioridade é pagar essa dívida da Fifa e, na semana seguinte, pagar os salários atrasados dos funcionários e jogadores e começar o planejamento com a equipe de futebol para o acesso à Série A”, acrescentou Sérgio.

Além disso, o presidente destacou que os responsáveis pela crise no clube serão devidamente punidos. “Vamos correr atrás de quem lesou o Cruzeiro, civil e criminalmente. Esse é um compromisso que a gente fez publicamente e que a torcida pode ter certeza que seremos implacáveis com quem prejudicou o Cruzeiro. Isso não vamos esquecer”, afirmou o mandatário.

Sérgio Santos Rodrigues foi eleito com 269 dos 351 votos computados. Ele assumirá o comando do clube no dia 1º de junho e permanecerá no cargo até 31 de dezembro de 2020. Até o fim deste ano, outras eleições serão realizadas para que sejam escolhidos os dirigentes responsáveis pelo Cruzeiro entre 2021 e 2023.

Mais conteúdo sobre

Futebol