Oposição do São Paulo diz ter liminar para adiar eleições no clube

Aliados do candidato Newton do Chapéu acionaram a 1ª Vara Cível do Butantã nesta segunda-feira por alegarem falta de tempo para o pleito marcado para terça no Morumbi

Divulgação

A oposição do São Paulo, que tem Newton Luiz Ferreira como candidato, tenta adiar as eleições presidenciais que estavam marcadas para esta terça-feira, às 19h30, no Morumbi. O conselheiro vitalício do clube Francisco de Assis solicitou liminar na 1ª Vara Cível do Butantã na tarde desta segunda-feira alegando falta de tempo para preparar a campanha e quem o apoio diz que o pedido foi atendido. 

– Estou sabendo da liminar. Vamos esperar porque ainda podem derrubá-la. Mas por enquanto o que temos é de que não haverá eleição – afirmou José Eduardo de Mesquita Pimenta, ex-presidente do São Paulo e atual presidente do Conselho Consultivo.

Boa parte dos conselheiros já foi comunicada da possibilidade de postergar o pleito, mesmo que aliados de Newton do Chapéu ainda não tenham sido informados. Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, que preside o clube de forma interina e que será o candidato da situação, não atendeu aos telefonemas feitos pela reportagem. Outro dirigente aliado de Leco disse ter conhecimento da liminar, mas que ela ainda pode ser derrubada até o momento da eleição. Oficialmente, o São Paulo ainda não foi comunicado da ação.

Newton do Chapéu, candidato à presidência do São Paulo 

A eleição para substituir Carlos Miguel Aidar, que renunciou ao posto no último dia 13, foi convocada três dias depois. A decisão desagradou aos oposicionistas do candidato, que chegaram a anunciar Paulo Amaral na disputa. O ex-presidente, desafeto de Rogério Ceni, porém, desistiu depois e abriu espaço para a candidatura de Newton do chapéu. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...