Conteúdo por Gazeta Esportiva

Pablo se destaca no treino da tarde e confirma dia de artilheiro em Cotia

Atualizado

Pablo marcou seis gols no total nesta terça-feira (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O São Paulo voltou a treinar na tarde desta terça-feira no CT de Cotia com clima leve. Durante o aquecimento, os jogadores de linha se divertiram com bobinho no círculo central e uma brincadeira de telefone sem fio, que arrancou risadas dos atletas. Enquanto isso, os goleiros treinavam reflexos.

Depois do aquecimento descontraído, o técnico Cuca promoveu um coletivo com 11 jogadores de linha em cada equipe. Desta vez, porém, nada de risadas. O jogo teve muita intensidade no ataque e na defesa e priorizou passes curtos. Ligações diretas não eram permitidas.

Um dos times atuou com Tiago Volpi (Lucas Perri); Hudson, Bruno Alves, Walce e Reinaldo; Luan, Igor Gomes, Vitor Bueno e Éverton Felipe; Helinho, Pablo e Calazans. Pablo e Éverton Felipe se revezavam na recomposição no momento defensivo.

O outro teve Jean (Júnior); Igor Vinícius, Diego, Morato e Léo; Willian Farias, Tchê Tchê, Gabriel Sara e Hernanes; Antony, Toró e Alexandre Pato. Pato não atuou na posição de centroavante, mas na ponta esquerda. Toró foi o jogador de referência no ataque.

Desfalque do Tricolor desde abril, Pablo não deu sinais de falta de ritmo. O atacante são-paulino não entra em campo desde o Choque-Rei de 30 de março, que acabou em empate sem gols, mas demonstrou intensidade e marcou três gols. Ele já havia se destacado no treino da manhã ao marcar outros três gols.

Porém o elenco teve alguns desfalques. Anderson Martins, que deixou o treino da manhã com dores, compareceu à atividade, mas não entrou em campo. O equatoriano Robert Arboleda, que estava com sua seleção na Copa América, não conseguiu chegar a tempo devido a um atraso em seu voo e só volta a treinar na quarta-feira. Hudson, que também deixou o treino da manhã, atuou normalmente.

Para suprir a ausência da dupla de zagueiros, Cuca escalou dois defensores oriundos da base são-paulina que estão em processo de transição para o grupo principai. Diego e Morato atuaram juntos, no mesmo time do meia Gabriel Sara, também em transição das categorias de base.

Quem foi a campo mas não treinou foi Everton. O atacante não participou do coletivo e correu em volta do gramado durante o aquecimento, sem participar do bobinho.

O primeiro compromisso do São Paulo depois da Copa América é um desafio. O Tricolor recebe o rival Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro, para um Choque-Rei no Morumbi.

Futebol