Conteúdo por Gazeta Esportiva

Palmeiras cancela entrevista de Felipão após derrota em Campinas

Atualizado

O técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, não explicou a derrota por 2 a 1 para o Guarani, em amistoso disputado na noite desta quarta-feira, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

De acordo com a assessoria do clube, Felipão não respondeu aos questionamentos dos jornalistas porque o Guarani não liberou a sala de imprensa antes da entrevista do técnico bugrino Roberto Fonseca.

Ainda segundo a assessoria do Verdão, Felipão chegou a tomar banho e se trocar para conceder a coletiva, mas, como Fonseca ainda não havia terminado sua entrevista, decidiu não atender os repórteres e entrar no ônibus da delegação palmeirense.

Em compensação, o Palmeiras organizou uma rápida zona mista com o goleiro Weverton e o zagueiro Edu Dracena no estacionamento do estádio. As entrevistas com os jogadores após a partida não estavam na programação do clube.

Esta é a primeira vez que Felipão falta uma coletiva após um jogo nesta terceira passagem pelo Palmeiras. Em janeiro, depois do empate por 1 a 1 com o Red Bull Brasil, também em Campinas, pelo Campeonato Paulista, o técnico havia deixado a entrevista no meio em razão de uma cólica intestinal.

Com o resultado, o Palmeiras viu acabar uma invencibilidade de 15 jogos na temporada. A última derrota havia ocorrido no dia 2 de abril, na Argentina, onde o Verdão perdeu para o San Lorenzo, pela fase de grupos da Copa Libertadores.

O primeiro compromisso oficial do Palmeiras após a Copa América é o duelo com o Internacional, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Allianz Parque, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Antes, porém, o elenco faz jogo-treino contra o Operário-PR, nesta quinta, na Academia de Futebol.

Futebol