Palmeiras e WTorre adiam reunião por mediação do Allianz Parque

Encontro entre as partes, que deveria acontecer nesta quinta-feira, foi suspenso

Palmeiras e WTorre adiaram a reunião que aconteceria nesta quinta-feira entre os mediadores indicados para solucionar o impasse do Allianz Parque, o novo estádio do Verdão.

O encontro entre Kazuo Watanabe, indicado pelo clube, e Braz Martins Neto, apontado pela construtora, e Sydney Sanches, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal escolhido pelas partes, foi suspenso.

A intenção dos departamentos jurídicos do Alviverde e da empresa é voltar a recorrer ao trio se houver resolução do impasse do estádio – eles já se encontraram outras vezes desde 6 de dezembro, quando começou a mediação formal do imbróglio.

Na última sexta, apenas advogados conversaram e a WTorre recuou um pouco em relação à sua posição inicial sobre o tema – agora já admite negociar o número de assentos a que cada parte terá direito no estádio.

Dentre diversos pontos que geram discussões acaloradas entre os parceiros, a questão das cadeiras da arena é o de maior debate. A construtora julga ter o direito de comercializar as 43.700 cadeiras do estádio, enquanto o Verdão diz que são apenas 10 mil. Esta disputa não interfere na renda dos jogos, que ficará 100% com o clube: quem comprar uma cadeira poderá ir a todas as partidas, mas precisará pagar.

Se não houver um acerto sobre o tema, o caso será decidido na Câmara Fundação Getúlio Vargas de Conciliação e Arbitragem. Esta hipótese já é planejada tanto pelo Palmeiras quanto pela WTorre, embora a empresa tenha reconsiderado sua posição sobre assentos.

Com cerca de 80% das obras concluídas, o Palmeiras cobra da construtora agilidade na conclusão dos trabalhos. Fontes da WTorre, no entanto, já admitem que finalização será no segundo semestre.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...