Palmeiras revê trio de polêmica em Goiânia sem auxiliar ‘suspenso’

No jogo de setembro, no Serra Dourada, Vuaden invalidou um gol legal de Barrios. Assistente do lance recebeu gancho e não trabalha nesta quarta

Leandro Pedro Vuaden é quem apitará o jogo entre Fluminense e Palmeiras, nesta quarta-feira, pela semifinal da Copa do Brasil. Será a primeira vez que o juiz trabalhará em um jogo do Verdão desde a polêmica atuação do seu trio de arbitragem na derrota para o Goiás, no Serra Dourada. Apenas o auxiliar que cometeu o principal erro está fora.

O confronto do dia 2 de setembro, válido pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro, ficou marcado pelo gol mal anulado de Barrios. No lance, o bandeira Marcelo Bertanha Barison assinalou impedimento inexistente. Por conta do erro, o assistente recebeu um gancho da CBF e foi afastado junto de outros quatro auxiliares e um árbitro.

Em seu lugar, Rafael da Silva Alves será o assistente 1. José Javel Silveira, assim como no Serra Dourada, será o assistente 2. Além do erro no lance com o paraguaio, Vuaden ainda foi criticado por um suposto pênalti de Gimenez, do Esmeraldino, após toque de mão dentro da área. Ele nada marcou e o Palmeiras acabou derrotado por 1 a 0.

Este será apenas o terceiro jogo do Palmeiras no ano em que Vuaden apitará. O outro foi no primeiro turno: derrota para o Figueirense, por 2 a 1. O resultado culminou na saída do então técnico Oswaldo de Oliveira.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...