Palmeiras vence dérbi e pode superar campanha campeã

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Seis vitórias e dois empates nos últimos oito jogos. Com esse desempenho sob o comando de Luiz Felipe Scolari, o Palmeiras voltou a sonhar com a conquista do Campeonato Brasileiro.

A ascensão é tão grande que o clube pode superar já na próxima rodada, a 25ª, o número de pontos conquistado até o mesmo período da edição de 2016, quando foi campeão e quebrou jejum de 22 anos sem títulos do torneio.

Com a vitória sobre o Corinthians por 1 a 0, neste domingo (9), no Allianz Parque, o Palmeiras chegou a 46 pontos. Há dois anos, o time somava 47 e conquistou mais um na rodada seguinte, totalizando 48 pontos.

A pontuação poderá ser superada contra o Bahia em jogo marcado para o próximo domingo (16) em Salvador.

A diferença, porém, é que a equipe na época dirigida por Cuca já liderava a competição. Atualmente, o Palmeiras é o terceiro colocado –três pontos a menos do que o líder Internacional. O São Paulo tem a mesma pontuação, mas leva desvantagem no saldo de gols.

Quando Felipão assumiu oficialmente o cargo nesta sua terceira passagem pelo clube, o Palmeiras ocupava a sexta posição –oito pontos a menos do que o até então líder Flamengo (34 a 26). O treinador tem 83,3% de aproveitamento no Brasileiro.

“Eles me receberam como se fosse da casa. Outra coisa é que o trabalho anterior [do Roger Machado] já tinha uma base. Aproveitei essa base e dei algumas retocadas sobre o que eu acho que o técnico deve fazer em termos de ambiente, conversa, carinho”, disse Felipão sobre o momento do Palmeiras.

Antes de tentar superar a campanha de 2016, o Palmeiras terá outro desafio. Na quarta-feira (12), recebe o Cruzeiro, às 21h45, no Allianz Parque, pela partida de ida da semifinal da Copa do Brasil.

De olho no duelo contra os mineiros, Felipão escalou uma equipe mista diante do Corinthians. Weverton, Dudu e Felipe Melo foram os únicos titulares que começaram a partida. O volante, no entanto, cumprirá suspensão contra o Cruzeiro e será substituído por Thiago Santos, que também iniciou o jogo contra o rival neste domingo –saiu no intervalo para a entrada de Moisés.

Neste domingo, o gol foi marcado pelo atacante Deyverson, considerado reserva de Borja, mas que começa a ganhar espaço com Scolari.

Desde que assumiu o clube, o treinador tem utilizado o rodízio. Nos jogos do Brasileiro, escala uma formação considerada reserva, enquanto os titulares são mais utilizados nas partidas válidas pela Copa do Brasil e Libertadores –torneio que o Palmeiras está nas quartas de final.

Se o Palmeiras pode superar sua melhor campanha em pontos corridos na 25ª rodada, o Corinthians igualou o seu pior desempenho no Campeonato Brasileiro desde 2006, quando a competição passou a ser disputada por 20 equipes.

Em 2006, o clube completou a 24ª rodada com 30 pontos assim como a edição atual. Na oportunidade, porém, ocupava a 15ª colocação. Agora é o nono colocado –seis pontos acima do Sport, o primeiro clube que abre a zona de rebaixamento.

Em 2007, quando foi rebaixado para a Série B do Nacional, o time tinha 33 pontos nesta altura do torneio.

O time volta a jogar no domingo (16) contra o Sport. Antes, encara o Flamengo, na quarta, no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil.

“Não deu para implementar nada, nem mudei a escalação, dei sequência ao trabalho. Seria imprudente mudar sem treino. Agora é corrigir e virar a chave para a Copa do Brasil, que estamos perto do título. Um time com a grandeza do Corinthians só pode olhar pra cima”, disse o treinador Jair Ventura, que fez sua estreia neste domingo.

PALMEIRAS

Weverton; Victor Luis, Gomez, Luan, Marcos Rocha; Felipe Melo, Lucas Lima, Thiago Santos (Moisés); Dudu, Deyverson (Willian), Hyoran (Jean). T.: Luiz Felipe Scolari

CORINTHIANS

Cássio; Mantuan (Gabriel), Henrique, Léo Santos e Danilo Avelar; Ralf, Douglas, Jadson, Pedrinho (Clayson) e Romero; Roger (Jonathas). T.: Jair Ventura

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo

Juiz: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Cartões amarelos: Lucas Lima, Deyverson (P); Danilo Avelar, Roger e Ralf (C)

Gol: Deyverson, aos 12min do 2º tempo

Público e renda: 38.568 torcedores e R$ 2.781.213,42

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...