Para aliviar a tensão, Hungaro promove um rachão no Botafogo: ‘Queria que relaxassem’

Treino desta manhã foi mais descontraído do que os anteriores, apesar do novo protesto feito pelos atletas

Após alguns dias tensos devido aos protestos dos jogadores, por conta de salários atrasados, elenco do Botafogo fechou a preparação para a partida contra a Unión Española (CHI) de forma descontraída. Na manhã desta terça-feira, depois de aprimorar as jogadas de bolas paradas, o técnico Eduardo Hungaro usou de um artifício pouco habitual no trabalho da atual comissão técnica alvinegra: o rachão.

Em campo reduzido, os jogadores, distribuídos aleatoriamente, se divertiram e deram muitas risadas com a atividade. Em entrevista coletiva, concedida na sala de imprensa do Engenhão, o técnico explicou a opção pelo treino recreativo.

– Disse para os jogadores que faríamos o treino de bolas paradas, mas que depois seria um recreativo, algo pouco comum no nosso dia a dia. Foi uma forma de registrar a nossa boa semana de trabalho. Queria que os jogadores relaxassem – disse Eduardo Hungaro.

Nesta manhã, pela terceira vez seguida, os jogadores até fizeram protesto, mas, de forma geral, a atividade teve um tom bem mais descontraído.

Botafogo e Unión Española de se enfrentam na quarta-feira, às 19h45, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Com sete pontos ganhos, o Alvinegro lidera o Grupo 2 e, com uma vitória nesta noite, a equipe garante vaga para a próxima fase da competição.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...