Perfil: Saiba mais do possível titular na lateral direita do Fla contra o Grêmio

Divulgação

Para partida diante do Grêmio, neste sábado, o Flamengo deve contar com uma novidade em campo. O jovem lateral-direito Digão pode assumir a vaga que era de Léo Moura, hoje, com uma lesão na coxa direita, e que estava com Luiz Antonio, suspenso por levar o terceiro amarelo. Cria da base, atualmente com 20 anos, Digão foi artilheiro do Carioca sub-20 deste ano, e pelos profissionais, atuou duas vezes, uma pelo Estadual e outra pela Copa do Brasil.

Desde os seis anos no Rubro-Negro o lateral encara o esporte com seriedade. Além do futebol, o jogador é apaixonado por artes marciais e automobilismo. O jovem já mostra maturidade para assumir uma função de intensa cobrança. Em Brasília, na terra de Nelson Piquet – um dos ídolos do atleta -, o camisa 34 quer aproveitar da melhor maneira a oportunidade no Mané Garrincha.

– A luta me ensinou a ter disciplina e equilíbrio dentro de campo, até mesmo na marcação, e na firmeza do corpo nas jogadas também adoro pilotar, mas tive que escolher o futebol. Por isso vou agarrar essa chance com todas as unhas. É a oportunidade da minha vida e sei que pode ser a primeira e também a última. Estou preparado – afirmou o jogador, que nesse tempo que joga pelo clube da Gávea conquistou o Estadual juvenil, invicto em 2010, a Copa São de Futebol Jr. de 2011 e a Taça OPG 2012.

O lateral-direito subiu aos profissionais no início deste Campeonato Brasileiro (Foto: Paulo Sérgio)

De acordo com um profissional que já trabalhou com Digão, mesmo com a aparente tranquilidade e segurança do jogador, o lateral ainda tem algumas deficiências a serem corrigidas com o tempo, mas tem muito mais qualidade do que alguns atletas improvisados na posição.

– Ofensivamente ele é bom, tem muita qualidade, mas defensivamente ainda tem algumas deficiências. Quando jogou com o Mano ele pediu para o Digão ficar mais recuado, não subir muito, até por precaução, mas aí ele não rendeu muito. Mesmo assim, ele é melhor do que o Luiz Antonio e Paulinho, que geralmente são improvisados – comentou um profissional procurado pela reportagem do LANCE!Net, que conhece o jogador desde os juvenil.

Desde a saída de Wellington Silva para o Fluminense, no início do ano, Léo Moura ficou sem um substituto. A promessa da diretoria era trazer o jovem argentino Adrián Martínez, do San Lorenzo (ARG), porém, a negociação não foi concretizada. Com isso, o jogador que era plano B, foi incorporado ao time profissional.

Esporte