Perto de deixar o Avaí, Alberto Valentim adia definição sobre futuro para sexta

Atualizado

Perto de deixar o Avaí para retornar ao Botafogo, o técnico Alberto Valentim se esquivou das perguntas sobre o seu futuro na noite desta quinta-feira (10), após o empate sem gols entre o time catarinense e o Vasco, em Florianópolis, e disse que só falará sobre a possível transferência para o Botafogo nesta sexta.

“Hoje eu não vou falar nada sobre Botafogo. Como disse anteriormente, esse assunto só vou tratar amanhã (sexta-feira). Vamos nos reunir para tratar do interesse do Botafogo”, disse Valentim, garantindo que esta sua possível saída não interferiu em nada neste jogos. “Absolutamente zero, não atrapalhou nada”, disse enfático.

Sobre o jogo, ele considerou o empate justo, mas lamentou as saídas forçadas de Yuri e Jonathan “que estavam muito bem no jogo e precisaram sair por lesão”. Ele achou que o Avaí foi melhor no primeiro tempo e o Vasco equilibrou as ações no segundo tempo.

A entrada de Igor Leandro foi bastante justificada numa tentativa de deixar o time mais agressivo. “Nosso jogo hoje precisava de um jogador de mais características de diagonais rápidas. Um pouco mais de velocidade nas diagonais. Brener segura bem a bola, bem técnico para jogar mais curto.”

Sobre a falta de finalizações, o técnico tentou minimizar. “Elas aconteceram e tivemos chances de marcar, mas nós não conseguimos. A ideia básica era não dar posse para o adversário. Acho que isso funcionou bem”, afirmou.

Mais conteúdo sobre

Futebol