Polícia confirma que filha de Kobe Bryant está entre os mortos de acidente

Atualizado

A polícia de Calabasas confirmou na noite deste domingo que nove pessoas morreram no acidente de helicóptero que teve como vítima mais famosa Kobe Bryant, uma das lendas da NBA e do basquete mundial. Uma das pessoas mortas é Gianna Bryant, filha de Kobe, que tinha apenas 13 anos.

Gianna, filha de Kobe Bryant, está entres os mortos da queda do helicóptero que vitimou também seu pai – Foto: Reprodução/ND

Leia também:

Outra vítima confirmada é o técnico de beisebol do colégio de Orange Coast, John Altobelli. As autoridades locais não divulgaram o nome dos demais que estavam no helicóptero – um deles era o piloto. A queda aconteceu na cidade de Calabasas, nos arredores de Los Angeles, na Califórnia, nos Estados Unidos.

A tragédia surpreendeu o mundo do esporte neste domingo. Kobe tinha 41 anos e costumava viajar de helicóptero pela região, como fazia quando defendia o Los Angeles Lakers, único time da sua carreira. Ele se aposentou das quadras em 2016 após uma carreira vitoriosa, com cinco títulos de NBA, duas medalhas de ouro nas Olimpíadas e até um Oscar.

Kobe Bryant iniciou sua trajetória na NBA em 1996, quando foi draftado pelo Charlotte Hornets. Ele foi logo trocado para o Los Angeles Lakers e adotou o número 8. Porém, no início da temporada 2006/2007, optou por vestir a camisa 24, a mesma que usou quando estava no Ensino Médio.

Quanto às suas referências, o Brasil ocupa um lugar de destaque. Seu pai, Joe Bryant, jogou basquete profissionalmente na Itália, onde o então futuro astro, ainda criança, conheceu Oscar Schmidt. O brasileiro foi, assumidamente, umas das maiores referências de Kobe Bryant como jogador.

POLÊMICA

Em 2003, quando estava prestes a operar o joelho, Kobe foi acusado de estuprar uma funcionária de um hotel onde estava hospedado. A mulher, no entanto, recusou-se em realizar os testes exigidos pela polícia e, posteriormente, acabou retirando a queixa mais pesada, mantendo apenas uma menor.

Como forma de acordo, Kobe concedeu uma entrevista coletiva onde admitiu o erro e pediu perdão publicamente para a funcionária. Como forma de redenção, o jogador presenteou sua esposa Vanessa com um anel avaliado na época em US$ 3 milhões.

Mais conteúdo sobre

Basquete