Conteúdo por Gazeta Esportiva

Ponte Preta terá projeto de futebol feminino de base

Aproveitando a repercussão da participação brasileira na Copa do Mundo feminina, a Ponte Preta anunciou que vai investir na modalidade. O clube já conta com um time profissional, mas agora pretende trabalhar nas categorias de base. A diretoria anunciou que irá criar o Programa de Excelência em Treinamento de Futebol Feminino.

O projeto será com meninas de 12 a 17 anos. A primeira seletiva está marcada para o período de 15 a 19 de julho, no Clube Paineras, sede social da Ponte Preta. Segundo André Carelli, diretor social do alvinegro, a expectativa é que cerca de 110 meninas participem.

Programa abrange meninas de 12 a 17 anos (Foto: Raul Sauan/PontePress)

“O futebol feminino merece ser prestigiado e precisa crescer. Atletas maravilhosas como Marta, Cristiane e Formiga eventualmente encerrarão seus ciclos e o país precisa de novas gerações de atletas, com uma boa formação em futebol”, destacou Eric Silveira. “Por isso estamos fazendo uma nova franquia aqui em Campinas, que inicialmente oferecerá aulas tanto de futebol de campo quanto de salão na unidade Paineiras, quanto futebol de campo no Bonfim”, explica.

Quem comandará o projeto será o treinador Carlos Alberto Myasada, o Maguila. Ele tem passagens por diversos times, tendo estagiado na comissão técnica da Ucrânia, assim como treinado a equipe infantil do Japão.

“As expectativas são ótimas e é importante dizer que acreditamos no projeto, não se trata de um modismo. Estamos certos de que a Seleção Brasileira, em especial neste Mundial, chamou muita atenção e despertou o interesse de muitas meninas pelo futebol, mas queremos ir além disso. O Brasil precisa formar novas grandes atletas e estamos certos que muitas delas surgirão das escolinhas da Ponte Preta”, acredita Maguila.

Mais conteúdo sobre

Futebol Feminino