Conteúdo por Gazeta Esportiva

Por segurança, diretor da Fórmula 1 revela que pódios não serão mais realizados

Atualizado

Por conta da pandemia do coronavírus, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) irá adotar algumas medidas preventivas para garantir a segurança dos pilotos e profissionais de Fórmula 1. Entre as providências, a maneira como os pódios são realizados será alterada.

Em entrevista ao site F1.com, o diretor técnico Ross Brawn falou sobre as modificações que serão implementadas na celebração das vitórias.

“O procedimento no pódio não pode acontecer (como acontece agora), mas estamos pensando em fazer algo no grid após a corrida. Uma opção seria alinhar os carros na pista e os pilotos ficarão na frente dos carros. Não podemos apresentar os troféus, pois você não pode ter ninguém por perto apresentando um troféu, mas resolveremos isso. Temos planos e procedimentos, estamos vendo como podemos apresentá-los na TV”, afirmou Brawn.

Ross Brawn explicou algumas mudanças para a volta da F1 (Foto: Reprodução/F1.com)

O diretor técnico também explicou outras mudanças planejadas, como a execução do hino nacional. “Coisas como o hino nacional, você não pode mais ter os pilotos juntos, agrupados, e não pode ter mais as futuras estrelas da FIA em frente a eles. O FIA Futuras Estrelas vai ser parte do show virtualmente. Eles terão os uniformes enviados para eles e vão nos mandar vídeos com mensagens que poderemos passar para criar uma forma de entretenimento”, disse.

Além disso, antes das corridas, os pilotos costumam embarcar em um caminhão e atravessar a pista acenando para a torcida. Brawn afirmou que a prática não será mais realizada e revelou o que será feito no lugar.

“O desfile dos pilotos não acontecerá, pois não podemos colocar 20 pilotos na traseira de um caminhão e dar a volta na pista. Portanto, entrevistaremos cada um deles em frente à garagem. Há várias maneiras de nos envolvermos sem comprometer a saúde e a segurança”, declarou.

Apesar das dificuldades, o diretor ainda garantiu que a temporada de 2020 da Fórmula será emocionante mesmo com o novo protocolo. “Estou 100% confiante de que a tornaremos um produto atraente e emocionante, será apenas diferente. Esta é a nova norma. Quanto tempo isso vai continuar? Não sabemos, mas essa será a nova norma para o resto do ano, com certeza”, finalizou.

Mais Esportes