Conteúdo por Gazeta Esportiva

Presidente da Liga espanhola não quer retorno de Neymar ao Barcelona

Neymar quer retornar ao Barcelona e o Paris Saint-Germain já aceita vender o jogador. No entanto, se depender do presidente da Liga espanhola, Javier Tebas, o brasileiro não seria contratado. “Prefiro que não venha”, disse em entrevista à rádio Onda Cero.

“Eu prefiro que Neymar não venha porque não é um bom exemplo. Se ele se comportar melhor… Pode ser um grande jogador, mas o comportamento também é muito importante nos valores que transmitimos como competição”, afirmou Tebas.

Após sair do clube catalão em 2017, por 222 milhões de euros, Neymar se viu envolto em polêmicas. No PSG, discutiu com Cavani, ídolo do clube, chegou a agredir um torcedor e sofreu com lesões em momentos importantes. Por conta de uma contusão no tornozelo, não está disputando a Copa América com a Seleção Brasileira. Fora dos gramados, enfrenta uma acusação de estupro.

“Na Liga sempre queremos trazer grandes jogadores, mas no caso de Neymar esse comportamento não é bom para a competição, porque no fim a notícia é sobre o que o jogador fez ou deixou de fazer. Trabalhamos muito para manter nossos valores e não queremos mudar a imagem”, completou o dirigente.

Interessado em retornar ao Barcelona, clube em que atuou de 2013 a 2017, o craque da Seleção Brasileira já negocia sua transferência. O PSG já aceita vender o jogador pelos mesmos 222 milhões de euros (R$  que pagou, segundo o Le Parisien.

Futebol