Conteúdo por Gazeta Esportiva

Presidente do Schalke 04 é afastado após declaração racista

O presidente do Schalke 04, Clemens Tönnies, foi afastado do clube na manhã desta quarta-feira após protagonizar um caso de racismo.

Durante um evento realizado em Paderborn, na Alemanha, o dirigente deu uma declaração racista ao se referir ao aumento de impostos para combater as alterações climáticas. O agora ex-presidente sugeriu que o dinheiro seria melhor usado para financiar energia elétrica na África para que “os africanos parassem de cortar árvores e fazer bebês durante a noite”.

De acordo com nota oficial veiculada no site do Schalke 04, o próprio Clemens Tönnies pediu o afastamento do clube após o caso polêmico.

“Alegações de violar a política do clube quanto aos princípios não-discriminatórios foram confirmadas. Clemens violou este dever particularmente importante no seu papel de chefe do conselho. Ele reconheceu a falha e expressou seu arrependimento”, diz a nota.

Futebol