Conteúdo por Gazeta Esportiva

Presidente garante Diniz e revela proximidade de reforços

O Fluminense recebe o Internacional no próximo sábado, às 19, no Maracanã. (Foto: (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC))

Mesmo classificado para as quartas de final da Sul-Americana, o Fluminense segue pressionado no Campeonato Brasileiro, onde está na zona de rebaixamento. Por isso, rumores sobre uma demissão do técnico Fernando Diniz chegaram a permear o noticiário tricolor. O presidente Mário Bittencourt afirmou que o comandante segue a frente da equipe, mas admitiu a necessidade de bons resultados na Série A.

“Chegamos aqui há menos de dois meses. Estamos fazendo avaliação desde que a gente chegou. E também das condições que o Diniz tem de trabalho. Do time que terminou o Carioca, só um é titular. É um novo time e continua sendo um time em formação. Acabamos de entregar três reforços, o Muriel, o Nenê e o Nem. O time está nas quartas de final da Sul-Americana, mas é inegável que estamos mal no Brasileiro. Estamos na zona de rebaixamento, mas quem olha aqui de dentro vê que o trabalho é realizado de forma correta. Nos últimos jogos, atuamos bem, mas perdemos com gols de bola parada. O futebol é momento, mas hoje ele está mais sólido do que nunca”, disse.

Bittencourt revelou que a diretoria negocia para a chegada de reforços. O presidente afirmou que espera anunciar novos nomes para o Fluminense até a próxima semana.

“Possivelmente estamos caminhando para duas possibilidades para semana que vem. Preferia que pudessem bater esse papo semana que vem com o pessoal do futebol. Nossa ideia é fechar com duas contratações para o grupo até o fim do ano. Possivelmente vamos concluir duas situações no fim de semana agora”, declarou.

Dentro de campo, Fernando Diniz deve repetir a equipe que venceu o Peñarol-URU neste sábado, quando terá pela frente o Internacional, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. A novidade deverá ficar no banco de reservas, pois o atacante Wellington Nem foi relacionado para a partida.

Futebol