Conteúdo por Gazeta Esportiva

Repórter detalha segredos do Chile, recebe elogios de Rueda e tem credencial “ameaçada”

A véspera das quartas de final entre Chile e Colômbia foi agitada na seleção de Medel, Vidal e Alexis Sánchez. O treinamento da equipe, fechado à imprensa, foi detalhado por uma matéria do jornal La Tercera, um dos principais de Santiago. Ainda que oficialmente tenha havido elogios ao trabalho do repórter Cristian Barrera, o profissional chegou a ter sua credencial de cobertura da Copa América ameaçada.

“Creio que é o trabalho de vocês. É jornalista e tem que felicitá-lo por esse grande trabalho, é a profissão”, comentou o técnico Reinaldo Rueda, em tom que parecia um misto de ironia e resiliência. Na avaliação de Barrera, presente à entrevista e avisado extra-oficialmente que pode ter problemas se seguir desvendando os trabalhos dos chilenos, o elogio foi sincero.

“Ele tem uma filha que é jornalista”, disse o profissional em breve papo com os brasileiros, lembrando que a herdeira de Rueda até esteve no Chile para a cobertura de uma Copa América feminina. Mesmo com os elogios, Rueda também deu uma alfinetada na imprensa chilena presente à sala de entrevistas da Arena Corinthians.

“Tem um monte de jornalista colombiano aqui. Você sabe que estão entregando muita informação para a Colômbia (risos)”, afirmou Rueda. O colombiano, que vai encontrar-se com sua pátria nesta sexta, agradeceu a cada pergunta que lhe foi feita e, quase sempre, tratou de responder com calma aos questionamentos.

Cristian, que não fez perguntas, acredita que o feito de ter desvendado os mistérios do treino, com detalhes a respeito do trabalho feito pelos auxiliares com os jogadores, também ajudou na avaliação pública feita por Rueda. “Ele viu que não foi algo simplório, mal feito”, defendeu-se.

Sem contar para os brasileiros como conseguiu o feito, Cristian recebeu abraços de alguns colegas e incentivos ao seu feito. Para ele, porém, é importante seguir na cobertura. “Sou o único do jornal aqui”, concluiu o profissional. No que depender de Rueda, aparentemente, o trabalho está garantido.

Copa América