Rio do Sul fica com o troféu do ciclismo masculino no Jasc

Atualizado

A medalha de ouro de Muriel Francisco Lohn na prova de downhill garantiu a Rio do Sul o troféu de ciclismo masculino da 39ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina.

Muriel durante a prova – Foto: Divulgação/ND

A equipe empatou com Brusque somando 64 pontos, na somatória de seis etapas, mas levou a vantagem no número de ouro. Assim que foi confirmado o resultado por pouco o diretor técnico da FMD de Rio do Sul, Sérgio Schlemper, não foi agredido por um integrante do staff dos brusquenses.

Tudo começou depois que o Tribunal de Justiça Desportiva reformou a decisão da Federação Catarinense de Ciclismo, que eliminou Alair Xavier, na prova de velocidade por cortar o percurso.

Muri como é mais conhecido não escondia a satisfação de ganhar a primeira medalha nos Jasc, competição que corre desde 2013. A sua melhor colocação um foi quarto em Lages em 2016. “Esse ouro tem um motivo a mais por ter dado o troféu de campeão geral a Rio do Sul”.

O ciclista disse que a pista de Pomerode é a mais técnica do estado, mas como choveu muito nos últimos dias ficou impraticável, com a lama encobrindo s raízes. “Estava preparado para ficar em segundo ou terceiro porque o Lucas Borba (Ibirama), que chegou em quarto, era o favorito”.

O clima entre os dirigentes dos municípios e o ciclista e técnico de Rio do Sul, Alair Xavier, era tenso no desenrolar da prova de downhill. É que com a decisão do TJD, a equipe rio-sulense entrou no páreo para conquistar o troféu. “Todo mundo viu que ele cortou o percurso e ficou em terceiro, sendo eliminado pelo comissário da prova”, observou um técnico que pediu para preservar a identidade.

Mas a confusão mesmo envolveu o membro do staff de Brusque e Schlemper. A chegada da Polícia Militar evitou agressões.

Classificação final

  1. Rio do Sul – 64
  2. Brusque – 65
  3. Joinville – 53
  4. Jaraguá do Sul – 43
  5. Florianópolis – 41
  6. Chapecó – 36

Mais conteúdo sobre

Jasc 2019