Rodada decisiva no Estadual

Catarinense 2012. JEC precisa apenas da vitória diante do rebaixado Brusque para avançar às semifinais

    

Carlos Junior/ND

Argel quer o JEC com os pés no chão da partida deste domingo

     Vinte pontos separam o Joinville do seu adversário de domingo. Enquanto o Tricolor briga pela classificação, o rival Brusque lamenta o rebaixamento.  Difícil não enxergar favoritismo num confronto tão desigual. Mas o técnico Argel alerta os joinvilenses: é preciso ter os pés no chão. O comandante quer o JEC olhando para frente e esquecendo a vantagem que o coloca como favorito. É neste clima de respeito que o Joinville buscará a classificação neste domingo, a partir das 16h, na Arena.

   A única vantagem que anima os tricolores é o fato de eles dependeram apenas de si. Qualquer vitória colocará o JEC nas semifinais, seja pelo índice técnico ou como campeão do returno – para isso, o Figueirense não pode ganhar do Camboriú, na Capital (veja mais detalhes das possibilidades de classificação na página 29).

   Para alcançar o objetivo, Argel cobra empenho dos atletas diante do Brusque. Segundo ele, o adversário fez um jogo complicado contra o Joinville no turno e, recentemente, diante do Figueirense. “Vamos precisar correr muito e ter espírito de sacrifício. O foco deve estar exclusivamente nesta decisão.”

   As palavras do treinador são reforçadas pelos jogadores, prevenidos contra qualquer surpresa. “Quando não se tem responsabilidade, se joga mais solto e com confiança. Precisamos estar atentos”, recomenda o goleiro Ivan. “Pela tabela, somos favoritos, mas sabemos que na hora do jogo isso tudo some. Cada um vai defender seu lado com força total”, completa o meia e capitão do Joinville, Ricardinho.

Rodada emocionante

    A rodada do domingo passado colocou ingredientes especiais na reta final do Catarinense. A “pimenta” ficou por conta das derrotas em casa de Criciúma e Chapecoense, frente a Metropolitano e Atlético de Ibirama, respectivamente. As duas equipes do Vale do Itajaí disputavam entre si a vaga na Série D, agora podem figurar entre os quatro times que vão compor as semifinais. Seis clubes disputam as últimas vagas.

   Quem já está na fase eliminatória é o Figueirense. Garantido na primeira posição da classificação geral, o Alvinegro recebe o Camboriú domingo, no Orlando Scarpelli, e leva o caneco do returno, se vencer — o clube foi campeão do primeiro turno.

   O Avaí depois está em terceiro no geral, com 29 pontos. Pela frente, tem o Metropolitano, em Blumenau, que possui o mesmo número de pontos. O empate seria de amargar para ambos, pois os dois dependeriam de tropeços de Criciúma e Joinville para se classificarem.

  O Coelho joga na Arena contra o rebaixado Brusque. A equipe do técnico Argel Fucks precisa da vitória para se classificar. No Oeste, Chapecoense e Criciúma reeditam a final de 2011. O Tigre precisa vencer. Em situação mais difícil, o Atlético torce por vários resultados.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo