Roger Federer derrota britânico e se classifica à terceira rodada em Wimbledon

Atualizado

Um ano depois da eliminação nas quartas de final para o sul-africano Kevin Anderson, o suíço Roger Federer voltou nesta quinta-feira (4) à quadra 1 do complexo do All England Club, onde acontecem os jogos pelo Torneio de Wimbledon, pela primeira vez desde então para o jogo contra o britânico Jim Clarke, pela segunda rodada do terceiro Grand Slam da temporada. Desta vez a história foi diferente com uma tranquila vitória por 3 sets a 0 – com parciais de 6/1, 7/6 (7/3) e 6/2, após uma hora e 36 minutos.

Roger Federer enfrenta o francês Lucas Pouille na terceira rodada da competição – AELTC/Joel Marklund/Wimbledon/Divulgação/ND

O triunfo desta quinta-feira marca mais um recorde para a carreira de Federer. O suíço chega pela 17.ª vez na terceira rodada de Wimbledon, igualando o recorde do norte-americano Jimmy Connors no torneio. Contando os quatro Grand Slams, será a 70.ª vez que o atual número 3 do mundo supera as duas primeiras rodadas, ampliando um recorde que já é seu.

Na terceira rodada, o cabeça de chave 2 do Grand Slam britânico enfrentará o francês Lucas Pouille, 27.º pré-classificado, que derrotou o compatriota Gregoire Barrere, que veio do qualificatório tirando o brasileiro Rogério Dutra Silva em sua campanha rumo à chave principal, por 3 sets a 0 – com parciais de 6/1, 7/6 (7/0) e 6/4.

Quem também ganhou com tranquilidade nesta quinta-feira foi o japonês Kei Nishikori. Algoz do brasileiro Thiago Monteiro na rodada de estreia, o oitavo pré-classificado passou pelo britânico Cameron Norrie por 3 sets a 0, com direito a um “pneu” – parciais de 6/4, 6/4 e 6/0. Seu próximo adversário será o norte-americano Steve Johnson, que venceu o australiano Alex de Minaur, cabeça 25, por 3 a 2 – parciais de 3/6, 7/6 (7/4), 6/3, 3/6 e 6/3.

A rodada teve também cabeças de chave eliminados precocemente. O de maior destaque foi o norte-americano John Isner, o nono pré-classificado e semifinalista no ano passado, que perdeu para o casaque Mikhail Kukushkin por 3 sets a 2 – com parciais de 6/4, 6/7 (3/7), 4/6, 6/1 e 6/4. O próximo rival do tenista do Casaquistão será o alemão Jan-Lennard Struff, que tirou outro representante dos Estados Unidos, Taylor Fritz, por 3 a 1 – parciais de 6/4, 6/3, 5/7 e 7/6 (7/2).

O português João Sousa foi o responsável pela queda do croata Marin Cilic, cabeça 13, com uma vitória por triplo 6/4. Vai enfrentar agora o britânico Daniel Evans, que bateu o georgiano Nikoloz Basilashvili, 18.º pré-classificado, por 6/3, 6/2 e 7/6 (7/2). Outros que se classificaram, e irão se enfrentar na terceira rodada, foram o norte-americano Sam Querrey e o australiano John Millman.

Tênis