Conteúdo por Gazeta Esportiva

Rueda lamenta gols rápidos do Peru e critica: “Pensamos mais na final”

Atualizado

O técnico Reinaldo Rueda não escondeu sua lamentação com o desempenho da seleção do Chile diante do Peru, na noite desta quarta-feira, na Arena do Grêmio. Derrotado por 3 a 0 pelo seu maior rival do continente, o treinador da equipe chilena disse procurar explicações para o começo ruim no jogo e deu a entender que faltou aos atletas levarem mais a sério o embate.

“Talvez estávamos pensando mais na final do domingo do que em hoje, pensando em não desfalcar a equipe na final, evitar um cartão amarelo. Acho que por isso talvez fomos surpreendidos pelo Peru. É algo que precisamos pensar para poder decifrar esse placar que não passava pela nossa cabeça”, comentou Rueda.

“Nós não conseguimos encarar o duelo com o ritmo que temos normalmente para definir o jogo, com disputas no meio-campo, divididas. Foi algo muito incomum para a nossa equipe”, continuou o comandante, que disputava sua primeira competição oficial no cargo.

A insatisfação se deu principalmente pela facilidade com a qual os peruanos dominaram o começo da partida, abrindo o placar com Flores e ampliando pouco depois com Yotun, que aproveitou saída atrapalhada do goleiro Arias. Para ele, seus comandados demoraram a entrar no jogo.

“Primeiramente, enfrentamos um grande rival que resolveu o jogo muito cedo, em 20 minutos. Não conseguimos entrar no jogo, acho que houve muitos fatores que influenciaram isso. Não é algo normal do nosso time. E por isso que o Peru conseguiu ganhar”, disse, reconhecendo que a complicação aumentou a pós a falha do arqueiro.

“Creio que o segundo gol decidiu o jogo, em uma falha nossa e o Peru conseguiu ampliar sua vantagem no placar. O goleiro deles esteve em uma grande noite e conseguiu defender o que poderia ser o gol que nos daria mais ânimo. Tentamos reagir quando já estávamos atrás, buscamos abrir o jogo, mas o goleiro foi muito bem”, concluiu Rueda.

Copa América