Conteúdo por Gazeta Esportiva

Saída de Carille abre espaço para Pedrinho no meio e facilita renovação

Em meio a um semestre bastante conturbado no Corinthians, Pedrinho é um dos poucos jogadores que têm se salvado da fúria de torcedores e da crítica especializada. Pode-se dizer que o atleta de 20 anos é o destaque corintiano, apesar da má fase coletiva, em 2019.

Com a saída de Fábio Carille, a expectativa é de que tanto em campo quanto fora dele mudanças ocorram para Pedrinho. Em tese, ambas para melhorar.

(foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Dentro das quatro linhas, Pedrinho deve receber sequência no meio de campo, com mais obrigação sobre a armação das jogadas, como gosta e como tem atuado, e agradado, na Seleção Brasileira Sub-23 comandada por André Jardine.

Fábio Carille insistiu até o fim de sua segunda passagem pelo clube com a escalação de Pedrinho na ponta direita, próximo a Fagner e com obrigação maior na recomposição sem bola.

Não foram poucas as vezes que Pedrinho falou sobre sua preferência e Carille externou seu desacordo com a opinião do jogador. Inclusive, o empresário Will Dantas, que cuida da carreira do jovem, em diversas oportunidades revelou o incômodo com a situação do então treinador não respeitar a posição de origem de Pedrinho.

Aliás, Will Dantas deve sentar com o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, para tratar sobre a renovação contratual de Pedrinho com o clube em janeiro. As conversas foram iniciadas em setembro e o otimismo é grande.

Will Dantas tem bom relacionamento com Andrés, mas admite que sem Carille e com a possibilidade de Pedrinho crescer na equipe como meia, um novo acordo deve ser assinado de maneira mais natural. Atualmente, Pedrinho e Corinthians têm vínculo firmado até dezembro de 2020.

Futebol