Conteúdo por Gazeta Esportiva

Saída de Cleber para o Oeste divide opiniões no Santos; veja os detalhes

Cleber Reis espera para reforçar o Oeste (Ivan Storti/Santos FC)

O empréstimo de Cleber Reis ao Oeste está encaminhado, mas o caso divide opiniões na diretoria do Santos e será reavaliado nesta segunda-feira.

O presidente José Carlos Peres aceita liberá-lo até dezembro, pagando a maior parte do salário (quase R$ 200 mil dos R$ 250 mil), porém, há quem prefira esperar pela janela internacional de transferências, a partir de julho.

O empréstimo teria duas cláusulas: o Santos pode pedir Cleber de volta a qualquer momento e o Oeste não receberia em caso de proposta durante o contrato.

O Oeste está confiante e espera pelo desfecho próximo da arrastada negociação. Falta “apenas” receber a documentação do Peixe para iniciar os exames médicos e assinar o trato.

“Retomamos as conversas. Devemos finalizar até terça-feira”, disse Cidão, proprietário do Oeste, à Gazeta Esportiva. 

Cleber deixou de receber em dia no Coritiba e no Paraná. Agora, sem espaço no Peixe e treinando separadamente, vê com bons olhos a ida para o Oeste.

O zagueiro tem o exemplo de Matheus Jesus, do mesmo empresário, para querer ir ao Oeste. O meio-campista retomou a boa fase, se destacou no Campeonato Paulista e reforçou o Corinthians.

Cleber foi contratado em 2016, por R$ 7,3 milhões junto ao Hamburgo-ALE, e tem só 10 partidas pelo Santos, sem marcar gols. O vínculo vai até 30 de janeiro de 2022.

Futebol