Conteúdo por Gazeta Esportiva

Sampaoli chama especulações de filme: “Não falarei com ninguém antes do presidente do Santos”

Atualizado

Jorge Sampaoli reclama de especulações sobre seu futuro (Ivan Storti/SFC)

O técnico Jorge Sampaoli voltou a dar declarações fortes diante das especulações sobre o futuro de sua carreira após a derrota do Santos para o Athletico-PR na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sampaoli afirmou que não conversou com nenhum clube e nem conversará antes do presidente do Peixe, José Carlos Peres. Há quem dê o treinador como fechado no Palmeiras.

“É um filme que não posso responder. Penso no jogo de domingo (contra o Flamengo). Tenho contrato e não falei com o clube sobre minha situação. Tudo que vocês contam são especulação sem procedimento. Não falei com ninguém e não falarei antes do presidente do Santos”, disse Sampaoli.

“Não tenho tempo para atender ninguém, tenho que atender o time. Jogamos em três dias com o campeão e temos que tentar ganhar na Vila. É o que mais me preocupa”, completou.

Jorge Sampaoli foi questionado sobre a possibilidade do torcedor santista sonhar com a sua permanência. E foi duro na resposta.

“Torcedores do Santos têm obrigação e direito de pedir o que querem. Mas precisam pedir que o Santos seja cuidado como merece. Ter equipe ano que vem para ser campeão. “Libertadores, Brasileirão, Paulista… Processo tem que ter base para o que venha. Que se aproveite o que foi feito neste ano”, concluiu.

Sampaoli tem contrato até 31 de dezembro de 2020, mas a multa rescisória de R$ 10,5 milhões só tem validade até o fim deste ano. O argentino está na mira do Palmeiras e do Racing.

Mais conteúdo sobre

Futebol