Sampaoli revela ter recebido contrato em branco para treinar o São Paulo

Em abril de 2015, logo após a saída de Muricy Ramalho, tornou-se pública a vontade do São Paulo em contar com Jorge Sampaoli. E o atual técnico da seleção argentina avisa que o interesse da gestão do presidente Carlos Miguel Aidar era tão grande que lhe foi oferecido um contrato em branco.

– O São Paulo me deu um contrato em branco, mas eu estava na seleção chilena – disse Sampaoli ao Globo Esporte, indicando que a diretoria do Tricolor na época não media esforços financeiros para contratá-lo.

Durante a Copa América de 2015, disputada no Chile e vencida pela seleção da casa, então comandada por Sampaoli, o técnico falou sobre a tentativa do São Paulo de levá-lo. Mas, naquele momento, o argentino não tinha citado o contrato em branco que recebeu em mãos.

– Tive a oportunidade de falar com o presidente do São Paulo (Carlos Miguel Aidar), mas meu contrato com a seleção me manteve aqui – explicou Sampaoli, na época.

De acordo com Sampaoli, apenas o São Paulo foi tão firme na negociação a ponto de lhe oferecer um contrato em branco. Mas outros clubes brasileiros tentaram contratá-lo, e em mais de uma oportunidade.

– Sempre fui mais reconhecido no Brasil do que na Argentina. O Flamengo tentou quatro vezes me contratar. O Corinthians, duas – relatou o técnico da Argentina, que foi à Rússia para acompanhar nessa sexta-feira o sorteio dos grupos da Copa do Mundo do ano que vem.

Esporte