Conteúdo por Gazeta Esportiva

Santos e Oeste não falam a mesma língua e atrasam negócio por Cleber

Cleber aguarda por desfecho da negociação entre Santos e Oeste (Foto: Ivan Storti/SFC)

A negociação entre Santos e Oeste pelo empréstimo de Cleber Reis, iniciada em abril, ainda se arrasta. A previsão era de conclusão na última quarta-feira, mas os clubes chegam neste sábado sem falar a mesma língua.

O Oeste, por meio do proprietário Cidão, afirma que o departamento jurídico do Peixe orientou o prosseguimento das tratativas na segunda-feira pois os responsáveis pelos contratos não teriam trabalhado na última sexta.

O Alvinegro nega e garante que metade dos advogados trabalhou e o que falta é receber a digitalização da assinatura de Cleber para concluir o empréstimo até dezembro.

Cleber está em São Paulo e aguarda pelo desfecho. Ele aceitou disputar a Série B do Campeonato Brasileiro pelo Oeste e tenta repetir o caminho de Matheus Jesus, do mesmo empresário – o volante foi bem no Paulistão e acabou contratado pelo Corinthians.

Mesmo com o ruído entre Santos e Oeste, a negociação deve ser finalizada em breve. As equipes aceitaram os termos e resta a oficialização. O Peixe pagará a maior parte do salário de R$ 250 mil e terá o direito de pedi-lo de volta a qualquer hora e não terá de pagar nada caso ocorra uma venda antes do término da temporada.

Cleber foi contratado em 2016, por R$ 7,3 milhões junto ao Hamburgo-ALE, e tem só 10 partidas pelo Santos, sem marcar gols. O vínculo vai até 30 de janeiro de 2022.

Futebol