Santos ‘freia’ conversas por Uvini, segura renegado e procura zagueiro

Clube não aprova exigências do Napoli, considera salário do beque caro e praticamente desiste da contratação. Vinicius Simon ganha nova chance sem Edu Dracena

Divulgação

Após dar fim à novela Vargas, foi a vez de o Santos praticamente desistir do acerto com Bruno Uvini, zagueiro do Napoli que seguia em negociação com o clube, mas que deve ficar na Itália.

Assim como no caso do chileno, as condições pedidas pelos europeus irritaram a direção, que não estava disposta a bancar o salário integral do atleta de 22 anos – o preço de compra fixado também não agradou. Além disso, não era consenso no departamento de futebol que ele poderia agregar mais qualidade do que jovens como Jubal e Gustavo Henrique, de 20 anos.

– A possibilidade só existe se tiver uma redução. Ele não está vindo por questões financeiras. A princípio estamos parando a negociação, assim como aconteceu com o Vargas. A condição que o Napoli propunha dificultou para que aceitássemos e a gente se retirou – confirmou Zinho, gerente de futebol.

Ao LANCE!Net, o pai do jogador também mostrou bastante pessimismo:

– Está complicado de clube para clube. Ele não descarta, mas também não está muito esperançoso. Está travando nas cláusulas e exigências. Acho que já passou muito tempo, está arrastado. Já vai começar o Paulistão, ele já devia estar aqui para iniciar a preparação. Dias atrás estava mais empolgado. Agora está sem perspectivas – admitiu Tuca.

Com a lesão de Edu Dracena, a comissão técnica decidiu também apostar em Vinícius Simon, que estava na lista de jogadores que seriam emprestados, mas que ganhará espaço.

– O Oswaldo não quis emprestá-lo. Ele está integrado, tinha até oferta de um clube da Série A, mas não o liberamos – disse Zinho.

E, diante do recuo na negociação, o fundo de investimento inglês Doyen Sports já foi acionado para que monitore o mercado e, caso Oswaldo de Oliveira sinta grande necessidade, compre algum jogador experiente para a posição. A tendência, porém, é que a peça chegue só para o segundo semestre.

Sem Vargas e Uvini, a única negociação em andamento na Vila Belmiro é com o meia Lucas Lima, do Internacional, que pode ser anunciado até o fim de semana. Aos 23 anos, o jogador terá 80% dos seus direitos econômicos adquiridos pelo Doyen, parceiro que colocou Leandro Damião no time.

Bate-Bola com Zinho, Gerente de futebol do Santos, em entrevista ao LANCE!Net, no CT Rei Pelé

Com a lesão do Edu Dracena, o Santos precisa reforçar a zaga?
Vamos observar nesse início de Paulista, mas estamos mapeando o mercado já, vamos acompanhar os campeonatos. Temos de ver o começo da recuperação do Dracena. Se sentirmos que ele está com a recuperação boa e pode voltar logo depois da Copa do Mundo, estaríamos bem servidos. Mas, se até esse período aparecer uma possibilidade boa, vamos atrás. Tem que ver o custo. Se vermos um zagueiro de bom nível, acessível, vamos atrás. 

Já tem algumas opções?
Tem muito bom jogador, mas todos muito caros. Quando se fala do Santos, parece que o preço é maior ainda, está muito caro. Para trazer por trazer, preferimos observar os talentos jovens que temos aqui no Paulista. A peça principal que precisávamos era o homem de referência, e trouxemos um top de linha. As outras posições vamos procurar com custo mais acessível.

O Vinicius está mantido, então?
A gente colocaria ele para ser emprestado. Mas, por conta dos bons treinamentos e da lesão do Edu, o Oswaldo não quis.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...