Conteúdo por Gazeta Esportiva

Santos perde defensores, pouco reforça o setor e já impõe desafio a Jesualdo

Com a saída oficializada de Vanderlei, o Santos soma agora quatro jogadores de defesa, entre reservas e titulares, negociados nesta janela de transferências. Além do goleiro, Jorge, Victor Ferraz e Gustavo Henrique deixaram o clube, estabelecendo o primeiro problema do técnico Jesualdo Ferreira no comando do Peixe, que terá a missão de reconstruir o setor.

O primeiro a sair foi o lateral-esquerdo titular Jorge. Ele jogou a temporada de 2019 emprestado pelo Mônaco ao Santos. O time brasileiro não tinha condições financeiras para comprar os direitos do jogador e seu vínculo não foi renovado, o que o fez retornar ao futebol francês. Para a posição, Felipe Jonatan e Luan Peres são as opções.

Gustavo Henrique foi capitão do Santos em 2019

Vanderlei é o único da lista que não vinha sendo titular. Após a chegada de Everson, o jogador perdeu a vaga que era sua desde 2015. Apesar disso, sua saída representa a perda de um dos atletas mais experientes e líderes do elenco.

Luan Peres comentou sobre essa situação, em entrevista coletiva na última sexta-feira. “Temos grandes zagueiros como Luiz (Felipe) e Aguilar, todos deram conta do recado no ano passado. Perdemos peças importantes: capitão e segundo capitão. Conversamos muito sobre isso e estamos prontos para substitui-los”, afirmou o defensor.

O Santos entra em campo na próxima quinta-feira, às 19h15, na Vila Belmiro, contra o Red Bull Bragantino. A partida é válida pela primeira rodada do Paulistão 2020.

Mais conteúdo sobre

Futebol