Conteúdo por Gazeta Esportiva

Santos supre falta de “braço direito de Peres” e não contrata substituto

Santos não substitui Rodrigo Gama (Reprodução)

O Santos não deve contratar um substituto para Rodrigo Gama, ex-braço direito do presidente José Carlos e de volta ao Athletico desde abril para integrar o departamento de futebol.

O gerente jurídico dividia as negociações com Peres e era, nos bastidores, o mais ouvido pelo presidente. O Peixe analisou a reposição, mas optou por solução caseira.

A decisão, além da economia financeira, ocorreu pelo bom desempenho do departamento jurídico com os subgerentes. Na ausência de Rodrigo, Pedro Felipe faz a função e comanda as questões do futebol junto ao presidente. Gisele Cabrera coordena outros assuntos.

No Alvinegro, há a peculiaridade do advogado atuar muitas vezes como um executivo de futebol. Renato está afastado do dia a dia do clube e Gabriel Andreata é o gerente.

O departamento jurídico ainda conta com Victor Nargino, Luiz Gustavo Nardi, Stephanye Azevedo e Gabrielle Resende.

Futebol