Conteúdo por Gazeta Esportiva

São Paulo conta com Arboleda, mas não descarta vendê-lo

O São Paulo tem Arboleda em seus planos, embora o jogador chegou a ter sua venda dada praticamente como certa pouco antes do início da Copa América. Após defender a seleção equatoriana no torneio continental, o zagueiro retornou ao Tricolor sem qualquer proposta suficientemente boa para a diretoria liberá-lo e, com isso, pode seguir pelos lados do Morumbi.

Aos 27 anos, Arboleda é um dos pilares do time do São Paulo e um dos poucos que não vinham sendo criticados pela torcida em meio à crise que o clube vinha atravessando. O jogador e seu staff entendem que o momento seria o ideal para se transferir ao futebol europeu, até por conta da idade, mas o Tricolor ainda aguarda uma proposta que corresponda às expectativas do diretor de futebol, Raí, e do gerente de futebol, Alexandre Pássaro.

“O Arboleda é jogador do São Paulo e vai ajudar muito a gente enquanto estiver aqui. É um jogador de seleção, de alto nível, que chamou a atenção de vários clubes. Se chegar uma proposta do nível que ele merece, iremos conversar, diferentemente dos garotos da base. Se chegar uma proposta, a gente tem como estratégia conversar com ele e ver a melhor opção. Se for um clube bom, uma proposta boa, vamos ver. Ele é um jogador importantíssimo e com quem nós contamos”, afirmou Raí.

Arboleda é visto pela diretoria como uma peça estratégica nesta janela de transferências. Certos de que não venderão os jovens revelados em Cotia, como Luan, Antony, Igor Gomes, Liziero, Walce e Morato, Raí e Alexandre Pássaro aguardam por uma proposta pelo zagueiro equatoriano para que o problema de caixa do clube seja solucionado. Recentemente, o clube recusou uma proposta de mais de 20 milhões de euros (R$ 85 milhões) por Antony.

“Muito se falou do Arboleda, porque ele está aqui no São Paulo há dois anos. É natural que um jogador que está jogando como titular há tanto tempo, que tem tantos jogos, com a exposição que tem, seja um nome procurado. Ele tem sido procurado por clubes de fora, mas nada se desenvolveu ainda. A gente entende que não chegou nada para o nível dele e para a importância que ele tem para a gente”, concluiu Alexandre Pássaro.

Contratado da Universidad Católica de Quito, em 2017, Arboleda já disputou 82 jogos oficiais com a camisa do São Paulo e se transformou em uma das referências do time desde então. No último mês, defendendo o Equador, o zagueiro tinha esperança de que a Copa América seria uma grande vitrine para clubes do exterior, mas o desempenho de seu país na competição foi frustrante, fator que pode pesar em uma possível permanência no Tricolor.

Mais conteúdo sobre

Futebol