Conteúdo por Gazeta Esportiva

Seleção revê Argentina no Mineirão três anos após atuação de gala

Neymar e Coutinho marcaram na vitória brasileira (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Tite e a Seleção Brasileira têm ótimas lembranças da última vez que enfrentaram a Argentina no Mineirão. Em confronto das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, pouco menos de três anos atrás, o time canarinho derrotou Messi e companhia na capital mineira com uma das melhores atuações desde que o treinador assumiu o comando da equipe.

No dia 10 de novembro de 2016, o Brasil, dirigido por Tite há cerca de cinco meses, recebia a contestada Argentina, de Edgardo Bauza, buscando manter a liderança das Eliminatórias. Com uma eficiência altíssima na posse de bola, o esquadrão canarinho venceu o histórico rival com direito a “olé” e gol número 50 de Neymar.

Na ocasião, os mandantes abriram o placar com um golaço de Philippe Coutinho logo no começo do jogo. O meio-campista do Liverpool, à época, recebeu na ponta esquerda, trouxe para o centro e acertou uma finalização indefensável, no ângulo de Sergio Romero, que apenas ficou olhando.

Aproveitando o fato de a Argentina dominar a posse de bola, o Brasil ampliou a vantagem ainda na etapa inaugural. Gabriel Jesus puxou contra-ataque, girou sobre a marcação e deu enfiada de bola na medida para Neymar. O jogador do Barcelona, até então, mostrou frieza e tirou do arqueiro para marcar seu 50º tento pela Seleção.

Para fechar uma das melhores atuações do time canarinho sob o comando de Tite, Paulinho, homem da confiança do técnico, recebeu cruzamento de Renato Augusto e mandou para as redes. Diante de uma Albiceleste completamente atordoada com a situação complicada nas Eliminatórias para o Mundial, o torcedor brasileiro que foi ao Gigante da Pampulha não perdeu a oportunidade, gritou “olé” e tirou sarro de Messi.

Confira a galeria da fotos de Brasil x Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, em 2016

De lá para cá, Brasil e Argentina se enfrentaram duas vezes, todas longe do continente sul-americano, com uma vitória para cada lado. Buscando manter o retrospecto de nunca perder para a Albiceleste no Mineirão e seguir vivo na briga pelo título da Copa América, a equipe Tite duela com os comandados de Lionel Scaloni por uma vaga na decisão do torneio em partida marcada para esta terça-feira, ás 21h30 (de Brasília).

Copa América