Conteúdo por Gazeta Esportiva

Sem Arboleda, Cuca promove coletivo com times mistos

Atualizado

O São Paulo continua sua preparação para o clássico do dia 10 de agosto, contra o Santos, no estádio do Morumbi. Nesta sexta-feira, o técnico Cuca comandou um coletivo misturando atletas titulares e reservas em duas equipes. Apesar da grande expectativa por Daniel Alves, dentro de campo o clima foi de muito trabalho no CT da Barra Funda.

A atividade não contou com a presença de Arboleda. O zagueiro equatoriano foi liberado pela comissão técnica para resolver problemas particulares. Enquanto uma equipe contava com Bruno Alves e Walce como dupla de zaga, a outra teve Anderson Martins e Hudson improvisado graças à ausência de um dos xodós da torcida.

A atmosfera do treino desta quinta-feira era como se os atletas estivessem disputando uma partida oficial. Cuca exigiu intensidade de jogo ao longo do treinamento e presenciou alguns choques no decorrer da atividade, como a chegada de Willian Faris em Helinho, já na reta final do treinamento.

Tchê Tchê, titular absoluto com o técnico Cuca desde que chegou ao Morumbi, chegou a receber atendimento médico durante o coletivo, mas, a princípio, não preocupa a comissão técnica para a sequência da nova intertemporada do Tricolor.

Antony, com inflamação no joelho esquerdo, e Pablo, se recuperando de uma lesão ligamentar no tornozelo direito, seguem trabalhando no Reffis. Joao Rojas e Liziero continuam no processo de transição para o gramado, trabalhando à parte sob os cuidados da fisioterapia do São Paulo.

O Tricolor volta a trabalhar neste sábado pela manhã, em atividade fechada à imprensa. No domingo, o elenco ganhará folga, retornando aos treinos na segunda-feira, dia em que Daniel Alves é esperado para a realização de exames médicos – o lateral-direito aproveita os últimos dias de férias em Fortaleza.

Futebol