Conteúdo por Gazeta Esportiva

Sem brasileiros, PSG quer vingança contra Rennes na final da Supercopa

O Paris Saint-Germain busca seu primeiro título da temporada neste sábado, às 8h30(de Brasília), quando encara o Rennes no Estádio Shenzhen Universiade Sports Centre, em Guangdong, na China, pela grande final da Supercopa da França. O PSG se garantiu para esta disputa por ter conquistado o título francês, enquanto que o Rennes se classificou graças à conquista da Copa da França.

O PSG deseja vingança pela Copa da França. Isso porque o Paris Saint-Germain abriu 2 a 0 naquele confronto, mas permitiu o empate do Rennes, que conquistou o caneco nos pênaltis.

– Trata-se de uma final completamente diferente daquela e o favoritismo hoje é mais uma vez do Paris Saint-Germain. Mas como daquele vez, o futebol pode voltar a pregar peças – disse Julien Stéphan, treinador do Rennes.

O Rennes, porém, não fez um grande começo de temporada e preocupa a sua torcida. Em amistosos, perdeu de 1 a 0 para o Stade Brestois, da Segunda Divisão da França, e para o Leipzig da Alem anha por 2 a 0.

Já o Paris Saint-Germain enfrentou adversários fracos na pré-temporada, sendo o amistoso mais recente um triunfo por 3 a 0 sobre o Sydney da Austrália. O técnico Thomas Tuchel entende que começar bem a temporada é fundamental.

– Vamos para uma decisão querendo começar com o pé direito. Um título nos dá tranquilidade. Uma derrota faz a gente começar a temporada sob desconfiança – disse Tuchel.

Sem saber se vai ter o brasileiro Neymar na temporada, já que ele está negociando com outros clubes, o PSG sabe que o atacante está fora desta partida por suspensão. Aliás, ele não será o único desfalque brasileiro. Isso porque, após se apresentarem apenas esta semana por terem um descanso tardio devido à disputa da Copa América, os zagueiros Marquinhos e Thiago Silva não serão titulares. Assim, as principais esperanças recaem na dupla de ataque composta pelo francês Kylian Mbappé e pelo artilheiro uruguaio Edinson Cavani.

O Paris Saint-Germain divide com o Lyon a condição de time mais vitorioso da história da Supercopa da França com oito conquistas, tendo inclusive conquistado o último caneco com direito a uma goleada de 4 a 0 sobre o Monaco. O PSG é o atual hexacampeão. O Rennes, por sua vez, ganhou apenas uma vez o torneio, foi em 1971 quando acabou dividindo a taça com o Olympique de Marselha.

Caso a partida deste sábado termine empatada no tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade no tempo extra, o campeão será conhecido na disputa de pênaltis.

Futebol