Conteúdo por Gazeta Esportiva

Corinthians encerra série de amistosos com derrota para o Londrina

Atualizado

O Corinthians segue sem convencer seu torcedor na intertemporada. Após a segunda semana de treinamentos e dois amistosos já disputados, o Timão fez mais um teste neste domingo no Estádio Willie Davids, em Maringá, mas voltou a apresentar pouco repertório ofensivo e saiu de campo derrotado pelo Londrina por 2 a 1. Higor Leite e Paulinho Moccelin marcaram para o Tubarão, enquanto Régis descontou para o Alvinegro na segunda etapa.

Os primeiros 45 minutos foram de domínio do Tubarão e, mais uma vez, de pouca produção ofensiva por parte do Corinthians. Com exceção das vezes quem acionou Pedrinho pelo lado direito, o Timão pouco criou e ainda viu o Londrina ir para o intervalo com 2 a 0 em vantagem. Primeiro, Higor Leite emendou chute de primeira e abriu o placar. Depois, aos 43, Paulinho Moccelin fez tudo sozinho e ampliou.

Foram 11 mudanças de cada lado para o segundo tempo, mas um jogo menos empolgante. Com um time jovem, o Londrina perdeu seu poderio ofensivo e não criou perigo a defesa do Corinthians, formada pelos garotos João Victor e Igor. Do outro lado, o Timão não conseguiu encontrar espaços para infiltrar, abusou das jogadas em profundidade e ainda conseguiu um gol com Régis. No entanto, não conseguiu evitar o revés.

Agora, ambos os times terão mais uma semana de preparação antes de fazerem suas reestreias oficiais na temporada. No sábado, o Londrina enfrenta o Operário fora de casa pela Série B. Já no próximo domingo é a vez do Corinthians, que volta a Arena de Itaquera para medir forças com o CSA, pela 10ª rodada da Série A.

O JOGO

Disposto a apagar as más impressões deixadas contra o Botafogo-SP e Vila Nova, o Corinthians começou o amistoso diante do Londrina buscando maior efetividade no campo de ataque, com jogadas verticais e se aproveitando dos erros de passe do Tubarão. Assim, Boselli quase abriu o placar aos seis minutos após bola enfiada de Clayson, mas o goleiro Matheus Albino fez boa defesa no chute cruzado.

Buscando ter a bola e construindo suas jogadas principalmente pelos lados do campo, o Londrina respondeu aos 11 minutos. Após boa jogada de Anderson Oliveira, Carlos Henrique recebeu dentro da área em boas condições, frente a frente com Walter. O chute, no entanto, foi por cima e longe do gol.

Com o retorno de Clayson ao time titular, Carille pôde testar pela primeira vez o camisa 25 jogando por dentro, com Pedrinho deslocado para o lado direito. E foi pelo flanco que o jovem jogador formado nas categorias de base do Alvinegro comandou as principais jogadas ofensivas da equipe, mas poucas com perigo. Assim, foi o Londrina quem acumulou oportunidades.

Enquanto o Corinthians tinha Pedrinho como principal desafogo, o Tubarão tinha em Paulinho Moccelin sua principal alternativa. E com duas jogadas ele colocou o Londrina em vantagem. Na primeira aos 29, o camisa 11 arrancou, passou por dois defensores e rolou para Higor Leite, que emendou de primeira e abriu o placar. 13 minutos depois, aos 43, fez tudo sozinho e marcou o segundo gol do time paranaense.

Seguindo a tendência, Fábio Carille trocou os 11 jogadores para a segunda etapa. Mas nem mesmo as alterações tornaram o Corinthians mais ofensivo e melhoraram a construção das jogadas. Do outro lado, o Londrina, com a vantagem construída, não repetiu a pressão e passou a tentar controlar mais o jogo em busca da manutenção do resultado.

Se a coletividade do Corinthians não marcava presença, coube a Régis resolver as coisas sozinho. Aos 18 minutos, o meia-atacante recebeu dentro da área, limpou a marcação e tocou com força suficiente para a bola entrar no fundo da rede. Foi o segundo gol na intertemporada, depois de marcar também o tento que deu a vitória ao Alvinegro contra o Vila Nova.

Com as mudanças feitas de ambos os lados, o jogo perdeu em qualidade. Enquanto o Londrina não mostrava a pressão de outrora com um time bastante jovem em campo, o Corinthians pouco fazia ofensivamente para chegar ao empate. João Celeri teve uma boa chance após passe de João Victor, mas o atacante das categorias de base estava em posição irregular.

Nos minutos finais, o Corinthians por pouco não aproveitou o erro na saída de bola do Londrina para empatar o jogo. Aos 45 minutos, César tentou o toque, mas a bola ficou nos pés de Junior Urso. O volante foi derrubado, João Celeri aproveitou o rebote, mas chutou fraco, nas mãos do arqueiro do Tubarão. No fim, mais uma derrota para o Timão, que não convenceu o seu torcedor.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 2 LONDRINA

Local: Estádio Willie Davids, em Maringá (PR)

Data: Domingo, dia 07 de julho de 2019

Horário: 11h (de Brasília)

Árbitro: Nilo Neves de Souza Jr (PR)

Assistentes: Felipe Gustavo Schimidt e Flavio Augusto Alves

Cartão amarelo: Léo Passos (Londrina)

GOLS: Higor Leite (Londrina), aos 29 minutos do 1T; Paulinho Moccelin (Londrina), aos 43 minutos do 1T; Régis (Corinthians), aos 18 minutos do 2T

CORINTHIANS: Walter (Caíque); Bruno Méndez (Daniel); Henrique (João Victor), Manoel (Igor) e Carlos Augusto (Danilo Avelar); Gabriel (Ralf), Matheus Jesus (Junior Urso); Pedrinho (Régis), Clayson (Sornoza) e Vagner Love (Mateus Vital); Mauro Boselli (João Celeri)

Técnico: Fábio Carille

LONDRINA: Matheus Albino (César); Raí Ramos (Matheus Neris), Marcondes (Diogo Silva), Augusto (Wallace) e Breno (Pedro Cacho); Germano (Denner), Anderson Leite (Matheus Bertotto)  e Higor Leite (Arthur Caculé); Paulinho Moccelin (Léo Passos), Carlos Henrique (Nathan Cachorrão) e Anderson Oliveira (Luidy)

Técnico: Alemão

Mais conteúdo sobre

Futebol