Conteúdo por Gazeta Esportiva

Serena joga abaixo do esperado, mas vence na estreia de Wimbledon

Serena Williams espantou qualquer possibilidade de zebra para cima dela na estreia de Wimbledon e venceu a italiana Giulia Gatto-Monticone em sets diretos, com parciais de 6/2 e 7/5, nesta terça-feira. Mesmo com uma atuação longe da ideal, a americana fez o suficiente para avançar sem sustos para a segunda rodada, em que enfrenta a eslovena  Kaja Juvan.

Serena tenta chegar ao oitavo título de Wimbledon, o que também igualaria Margaret Court com o 24º Grand Slam. Em 2018, a americana chegou à final e ficou com o vice, ao ser batida pela alemã Angelique Kerber. Ou seja, em 10º no ranking da WTA, Serena defende 1300 pontos na grama inglesa.

Apesar do primeiro set ter sido fácil para Serena, que não deu chances para a italiana e confirmou o favoritismo, na segunda parcial a ex-líder do ranking não foi bem. Mostrando um certo nervosismo, a americana errava muito e não escondia a irritação com esses erros não-forçados.

Monticone cresceu e passou a confirmar seus saques, diferente do que aconteceu no primeiro set. Apesar de não conseguir quebrar Serena e não ameaçá-la efetivamente, a italiana incomodou. Foi só no final da parcial que a americana conseguiu a quebra que lhe deu a vitória.

Em outra quadra, quem também confirmou o favoritismo foi Petra Kvitova, que em sua volta às quadras, bateu a tunisiana Ons Jabeur por 6/4 e 6/2. A número 6 do mundo estava fora de combate há seis semanas por conta de uma lesão no antebraço direito.

Mais conteúdo sobre

Tênis