Conteúdo por Gazeta Esportiva

Suárez lamenta empate com Japão: “Um pouquinho amargo”

Luis Suárez até balançou as redes nesta quinta-feira, no empate em 2 a 2 com o Japão, em Porto Alegre, pela segunda rodada do Grupo B da Copa América, entretanto, não conseguiu evitar o tropeço de sua equipe no torneio. Passada a partida, o uruguaio admitiu que o resultado tem, sim, um gosto um tanto quanto “amargo”.

“Nós sabíamos que ia ser um jogo difícil. O resultado foi verdadeiro, eles geraram muitas oportunidades, são rápidos, jovens, com muita qualidade. Pressionaram muito bem, jogaram de forma positiva e temos que corrigir os nossos problemas e levar as coisas positivas”, disse Suárez.

“Eles são muito rápidos e têm muita qualidade, levaram muito bem o jogo. Foi um empate, mas criamos mais oportunidades, é uma sensação um pouquinho amarga”, completou, sem esconder a frustração de o Uruguai ter chegado mais vezes ao gol, mas não ter concluído com eficiência.

Tido como o grande favorito para avançar na primeira colocação do Grupo B, o Uruguai agora terá de decidir quem encerra a fase inicial na ponta da tabela contra o Chile, na última rodada, que promete ser emocionante.

“Acho que fizemos um bom jogo de forma geral, mas temos que saber que nesse tipo de campeonato você comete dois erros e leva dois gols, tem que ter cuidado”, concluiu.

Autor do outro gol do Uruguai, o zagueiro José Giménez, do Atlético de Madrid, seguiu a mesma linha do discurso de Suárez e preferiu exaltar os méritos do Japão ao invés de encontrar culpados pelo empate em 2 a 2 em Porto Alegre.

“Nós já sabíamos da classe do nosso adversário, é uma equipe muito rápida, muito resistente, e eles combinavam muito bem pelas linhas. Contra o Chile faltou um pouco mais de força para eles, o resultado poderia ter sido diferente. Eles jogaram com mais força hoje e saíram com um resultado melhor”, comentou, sem se esquecer da derrota japonesa para o Chile na primeira rodada por 4 a 0.

Copa América